segunda-feira, 27 de maio de 2019

Sopa de frango com legumes

Aqui em casa esfriou, rola uma sopinha! E se na sua casa sopa não é janta, eu já comentei aqui no blog, que em casa sopa é janta, almoço e se duvidar entra no café da manhã, risos. Tantas possibilidades de sopa podemos preparar não é mesmo? 

Essa é uma sopa rápida que você pode fazer com aquele franguinho que já está desfiado no congelador e que facilita tanto a nossa vida. Ou você pode optar por fazer com pedaços de frango em cubinhos, pois o resultado também vai ficar delicioso.

Capriche nos legumes, não se prenda 100% a receita, e tenho certeza que vai sair uma sopa deliciosa aí na sua casa também. E se você quiser um passo a passo bem completinho, aqui neste post você aprende a fazer uma sopa completa.

Ingredientes:

- 3 batatas inglesas cortadas em cubos
- 1 batata doce média cortada em cubos
- 1 cenoura média fatiada em meia lua
- 1 xícara chá de ervilhas frescas
- 1 colher sobremesa de manteiga
- 1/2 peito de frango desfiado
- 1 cebola pequena em cubos
- 2 dentes de alho amassados
- 1 talo de alho poró
- 1 tomate sem pele picado em cubos
- 1 colher sopa de extrato de tomate
- 1/2 xícara chá de macarrão ave maria cozido
- 1 talo de coentro (se tiver)
- sal a gosto

Preparo:

- Aqueça a manteiga na panela de pressão e refogue o frango já cozido e desfiado;
- Acrescente a cebola, o alho poró e o alho e refogue bem até dourar;
- Adicione o tomate e o extrato de tomate e deixe refogar por uns 3 minutos;
- Some os legumes e mexa;
- Junte água quente até faltar cerca de 1 dedo para cobrir os legumes, pois é importante lembrar, que os legumes soltam água durante o cozimento;
- Coloque um pouco de sal, a raiz de tempero e tampe a pressão. Quando a panela começar a apitar, conte 15 minutos e deixe em fogo médio;
- Enquanto a sopa cozinha, em outra panela, cozinhe o macarrão da sopa até que fique al dente. Gosto de cozinhar separado para não soltar muito amido na sopa;
- Passado o tempo da panela de pressão, abra com cuidado, verifique se precisa de mais água, ajuste o sal e adicione o macarrão. Deixe ferver por mais uns 5 minutos e sirva em seguida.

Rendimento: serve 4 porções
Tempo de preparo: 1 hora
Grau de dificuldade: Moleza

Se você quiser colocar o frango em cubinhos, doure os cubinhos na manteiga, coloque o alho, a cebola, o alho poró, o tomate e o extrato, junte um pouco de água e cozinhe o frango por 10 minutos. Dessa forma, quando você colocar novamente a sopa na pressão com os legumes, o frango irá ficar bem cozido e macio.

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Bolinho de arroz

Vi essa receita de bolinho de arroz no instagram do Tudo Gostoso e salvei para testar. Aproveitei uma sobra de arroz, fui pra cozinha e olha, o resultado ficou incrível! Vou colocar as quantidades que eu utilizei, porque fiz alterações, mas se você quiser a receita original, é só ir até o instagram deles que eles sempre respostam essa receitinha.

Ah, um detalhe legal, você pode fazer essa receita recheada, mas a dica para o queijo não escapar de dentro, é cortar os cubos de muçarela e levar ao freezer por 1 hora. Assim, ele vai demorar mais para derreter e não vai escapar do seu bolinho. 


Vamos pra receita?


Ingredientes:

- 4 xícaras chá de arroz cozido
- 3 ovos grandes
- cheiro verde a gosto
- 1 xícara chá de muçarela ralada
- 1/2 xícara chá de queijo parmesão
- sal e pimenta calabresa a gosto
- 1/2 xícara chá de farinha de trigo aproximadamente (coloque aos poucos, porque vai depender do tamanho dos ovos e da consistência do arroz, eu utilizei metade)
- 2 ovos batidos
- 1 xícara chá de farinha de rosca


Preparo:

- Bata no processador ou liquidificador o arroz, os ovos e a cebolinha até que fique bem batido, mas não pode ficar líquido;
- Coloque a mistura em uma tigela e adicione os queijos;
- Misture bem e tempere com sal e pimenta calabresa a gosto;
- Vá adicionando a farinha de trigo aos poucos até que você consiga apertar a massa com as mãos e formar uma bolinha;
- Deixe a massa descansar por uns 15 minutos;
- Forme as bolinhas de acordo com o tamanho desejado, e se quiser, você pode rechear;
- Passe no ovo batido e na farinha de rosca e frite em óleo médio até que fiquem dourados.

Rendimento: cerca de 30 bolinhos
Tempo de preparo: 1 hora
Grau de dificuldade: Fácil

Você pode congelar os bolinhos empanados e deixar pra fritar depois. Eles até ficam mais crocantes fazendo dessa forma. E no freezer você pode armazenar por até 3 meses.

Delícia né? Bolinho de arroz de colher ou batido assim, acho que não existe quem não gosta! 

Um ótimo final de semana pra vocês!
Beijos,
Fla.

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Pimenta cambucci recheada

Você certamente já deve ter visto pimenta cambucci no mercado mas talvez não tenha tido a curiosidade de provar. E se nunca experimentou, por favor, compre! Primeiro que essa pimenta nem de longe possui algum grau de ardência e segundo, que ela é uma prima menos indigesta do pimentão, numa versão mais adocicada.

Já comi como salada e frita mas a versão que gosto mais é esta, recheada. Confesso que dá um trabalhinho retirar as sementinhas, mas é tão bom que vale muito a pena. E é receita simples, do jeito que a gente gosta, poucos ingredientes e muito sabor! 

Ingredientes:


- 150 gramas de carne moída
- 1 talo de alho poró picado
- 1 dente de alho espremido
- tempero caseiro ou sal a gosto
- suco de 1/2 limão
- 22 pimentas cambucci aproximadamente
- 1 cebola fatiada
- 2 tomates fatiados

Preparo:

- Misture bem a carne com os temperos (1/2 alho poró picadinho, o alho espremido, o tempero ou sal e suco de limão) e reserve;
- Abra as pimentas pela parte do cabinho, fazendo uma espécie de tampinha. Retire com cuidado as sementes com a ajudar de uma colher de chá e reserve;
- Recheie as pimentas com a carne moída temperada e vá reservando. Pode apertar bem para preencher todos os espaços da pimenta;
- Em uma panela coloque um fio de azeite e forre a panela com a cebola, o restante do alho poró fatiado e os tomates. Tempere com sal e pimenta do reino e arrume as pimentas por cima deixando a parte da carne a mostra voltada para cima;
- Tampe a panela e deixe em fogo baixo por 30 minutos. Caso necessário, pingue um pouco de água para não queimar;
- Salpique cheiro-verde por cima e sirva.


Rendimento: Serve até 4 3 pessoas
Tempo de preparo: 1 hora
Grau de dificuldade: Fácil

Eu acho que o melhor acompanhamento é um bom arroz e uma salada, que eu optei nesse dia por vagem e tomate cereja mas você pode fazer com o que tiver em casa. Faça essa receita e depois volte aqui para contar pra mim o que você achou.

Aqui no Arte na Cozinha tem várias receitas fáceis e deliciosas para facilitar sua vida na cozinha! Só consultar pela pesquisa do blog ou utilizar a barra da lateral direita (para acessar a versão web, role a tela do celular até a parte debaixo e clique em "visualizar versão web").

Espero que tenham gostado.
Beijos,
Fla.

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Pizza caseira

Essa receita é sem dúvida a melhor massa de pizza do mundo! Te juro! Vale muito a pena fazer essa delícia e é bem mais fácil do que se pode imaginar. E para ficar uma pizza bem gostosa e quase igual a assada em forno a lenha, existe uma dica importantíssima: preaquecer o forno no máximo por 20 minutos e assar sua pizza nessa temperatura máxima. E se seu forno tiver aquela tampa no fundo, entre a chama e a primeira grande, retire, assim a temperatura chega ainda mais alta na pizza. Vale lembrar que forno a lenha é uma temperatura altíssima!

Tanto a receita da massa quanto essa dica preciosa, foram dadas pela Carla do Brisando na Cozinha, e desde que aprendi com a Carlinha, nunca mais fiz outra massa de pizza e virou a preferida aqui de casa! Vocês vão fazer e vão voltar aqui pra me falar que também amaram!

Vamos a receita?

Receita original, clique aqui.

Ingredientes:

- 200 ml de água morna
- 5 gramas de fermento biológico seco
- 1 colher sopa de azeite
- 1 pitada de sal
- 1 colher sopa de açúcar
- 1/2 dente de alho ralado ou triturado
- aproximadamente 275g de farinha ou 2 xícaras chá de farinha de trigo
- molho de tomate
- cobertura: queijo, calabresa, frango ou o que desejar

Preparo:

- Em uma tigela misture a água, o fermento, o açúcar e misture bem;
- Adicione o azeite, o alho e o sal e misture;
- Some a farinha aos poucos até que a massa desgrude das mãos;
- Sove por aproximadamente 5 minutos e deixe a massa descansar por 1 hora em uma tigela cobertura por uma pano úmido;
- Passado esse tempo, abaixe um pouco a massa para retirar o ar e separe para cada pizza cerca de 250g de massa, mas isso pode variar de acordo com o tamanho da sua assadeira;
- Abra a massa com a ajuda de um rolo em uma bancada enfarinhada;
- Polvilhe fubá na assadeira e disponha a sua massa, ajeitando com as mãos para que ocupe a forma;
- Coloque uma camada fina de molho de tomate por cima da massa e cubra com queijo, calabresa ou qualquer outra cobertura que desejar;
- Adicione também azeitonas, ovo ou tomate, regue com um pouco de azeite e leve para assar no forno preaquecido por 20 minutos, em temperatura máxima, por cerca de 15 a 20 minutos ou até que ela esteja bem corada e assada por baixo.

Rendimento: 1 pizza grande ou 1 média e 3 discos menores
Tempo de preparo: 2 horas
Grau de dificuldade: Fácil

Outra dica, não exagere no molho, para que não fique muito úmida. Se quiser fazer mini pizza, faça discos de 50 gramas de massa, fure com um garfo e leve para assar por 5 minutos. Depois deixe na assadeira e leve para congelar. Quando você quiser, é só retirar a massa do freezer, colocar o molho e a cobertura e levar para assar. Gosto de manter algumas no freezer para a hora de um aperto.

Aqui eu sempre faço duas receitas, porque faço 2 pizzas médias e com o que sobre já faço esses dicos de mini pizza. Sempre bom aproveitar que a gente está com a mão na massa, para agilizar uma outra refeição. Ah sim, e não esqueça do fubá na forma, ele ajuda muito a não grudar e a deixar mais crocante. E se você tiver pedra de assar pizza, melhor ainda!

Boa pizza pra você!
Beijos,
Fla.

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Burrito Bowls

O post não é uma receita mas sim uma ideia incrível que vi no Pinterest (clique aqui e veja a receita original) e fiquei doida para fazer! Esse burrito bowls é super versátil e uma excelente forma de receber os amigos em casa, você preparar tudo com antecedência e deixa para que seus convidados montem o seu bowl do jeito que quiserem, não é muito legal isso?

A preparação consiste em utilizar arroz branco e diversos itens com toque mexicano, para compor essa delícia! Aqui eu fiz usando chilli de carne mas você pode trocar com frango grelhado por exemplo, caprichando na pimenta, acho que pode ser uma ótima substituição.

A receita do chilli de carne, pico de gallo e guacamole, você já encontra aqui no blog, e para acessar, clique em cima do nome dos pratos para ser direcionado para a receita. 

Além disso você vai precisar de sour cream, que na versão brasileira é feita com 1 pote de 200 gramas de cream cheese, suco de 1/2 limão, 1 col chá de azeite e 1 col café de sal.

Então vamos a montagem? Você vai precisar de:

Arroz branco
Sour cream
Doritos 
Folhas de coentro

Para montar:

- Coloque no fundo de uma tigela ou bowl arroz e por cima adicione um pouco de cada item, deixando por último o Doritos e as folhas de coentro.

Com uma receita de cada, você consegue fazer cerca de 6 bowls. O arroz você calcula cerca de 1 xícara (dele cru) para cada bowls, afinal, não precisa de tanto arroz assim, a gente quer mesmo é comer das outras coisas, risos.

Prontinho! Não é uma ideia genial? Gostei tanto de fazer que já fiz diversas vezes em casa. Juro, façam que vocês vão adorar!

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Torta holandesa

Tenho essa receita de torta há muitos anos, desde que assisti a Ana Maria Braga preparando essa receita no saudoso Note e Anote. Sim, eu sou da época do Note e Anote, e por gentileza, não pare pra fazer nenhuma conta, risos.

Lembro que havia feito essa receita duas vezes e a primeira vez que fiz, foi para presentar uma pessoa, olha que responsa! Naquela época, creme de leite fresco era algo ainda mais caro e muito difícil de achar na minha cidade, mas assim que fiz, percebi que o esforço valia a pena, porque fica muito deliciosa.

Sem muito papo, já vou passar para a receita e deixar o mais detalhada possível, assim, você pode aproveitar e preparar essa torta holandesa para este dia das mães!

Ingredientes:

Para o creme:

- 250g de margarina ou manteiga sem sal em temperatura ambiente
- 200g de açúcar refinado
- 4 col. sopa de leite condensado
- 500 ml de creme de leite fresco
- 1 colher chá de extrato de baunilha (se utilizar essência, use apenas 1 colher de café)
- 1 colher chá de licor de café (opcional)

Para a cobertura ganache:

- 200g de creme de leite (fresco ou de caixinha)
- 250g de chocolate meio amargo
- 10g de manteiga ou margina de sem sal em temperatura ambiente

Demais ingredientes:

- 200g de bolacha maisena
- 1 pacote de bolacha tipo Calypso ou outra que queira utilizar para decorar

Preparo:

Creme:

- Bata na batedeira a margarina e o açúcar até obter um creme bem esbranquiçado;
- Adicione o leite condensado e continue batendo;
- Junte a essência e o licor e bata;
- Por último coloque o creme de leite fresco e bata bem até começar a engrossar a mistura e ela ficar espessa (não precisa bater até virar chantilly). Reserve.

Cobertura ganache:

- Em uma panela coloque o creme de leite e aqueça sem deixar ferver;
- Tire do fogo, acrescente o chocolate picado e deixe descansar por 1 minuto;
- Misture com a ajuda de um batedor até que o chocolate esteja bem derretido e a mistura homogênea;
- Acrescente a manteiga e mexa rapidamente para incorporar e dar brilho a ganache. Deixe esfriar em temperatura ambiente por 10 a 15 minutos antes de colocar sobre o creme.

Montagem:

- Forre as laterais e o fundo de uma assadeira de fundo removível (usei uma de 24 de diâmetro e 6 de altura) com papel manteiga ou acetato;
- Passe com a ajuda de um pincel, uma fina camada de manteiga em temperatura ambiente e polvilhe açúcar refinado para criar uma película fina;
- Forre o fundo da forma com metade das bolachas maisena, de forma que ocupem todo o espaço da forma. Se for preciso, vá quebrando a bolacha para encaixar melhor e não se preocupe se algum espaço ficar sem, não tem problema;
- Despeje sobre o biscoito metade do creme;
- Por cima do creme coloque o restante da bolacha maisena com cuidado para que não afundem;
- E termine com o restante do creme. Leve para a geladeira por 4 horas;
- Passado esse tempo, coloque a cobertura de ganache de chocolate, mas reserve cerca de 3 colheres de sopa da cobertura para ajudar a colar os biscoitos da lateral;
- Leve a torta para gelar por mais 4 horas;
- Na hora de servir, remova a torta da forma com cuidado e coloque em um prato de servir;
- Pegue a cobertura reservada, aqueça alguns segundos no micro-ondas caso tenha endurecido, pegue os biscoitos Calypso, passe um pouco da cobertura atrás do biscoito (deixando a parte do chocolate para fora) e "cole" o biscoito ao redor da torta;
- Sirva em seguida.

Rendimento: serve até 10 pedaços
Tempo de preparo: 45 minutos (sem contar o tempo de resfriamento)
Grau de dificuldade: Médio

Apesar de conter alguns passos, a torta é simples de fazer. Você pode fazer uma etapa em uma manhã, a outra parte a noite e deixar a torta gelando de um dia para o outro, que foi exatamente o que fiz. Assim facilita o trabalho. E a montagem pode ser feita na hora ou quando você for sair de casa. 

Ah, só uma observação, o chocolate que comprei era meio amargo da nestlé e não sabia que existia uma versão com castanha de cajú, por isso minha ganache não ficou lisinha, mas não atrapalhou em nada no resultado final.

Importante: Caso você vá transportar para algum longe e a torta vá ficar muito tempo sem refrigeração, no creme branco, adicione 1/2 envelope de gelatina de sem sabor diluída conforme instruções da embalagem. Assim não corre o risco da torta desmontar.

Espero que vocês tenham gostado! 
Beijos,
Fla.

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Chilli de Carne

Mais uma receitinha mexicana deliciosa e que eu tenho certeza que vai fazer sucesso na sua casa, não só para servir em uma noite típica mexicana, mas se você fizer em uma noite fria, com um pouco mais de caldinho, vira uma deliciosa sopa que pode ser servida com nachos (doritos, para ser mais precisa).

Aliás, aqui no Arte, tem uma receita parecida que foi feita para utilizar fazer uma noite de tacos. E sabe que fui olhar o post agora e me dei conta de quantos anos tem isso... é assustador pensar que o blog existe há tanto tempo! E gosto tanto deste cantinho, que eu espero que ele continue por muito tempo ainda.

Sem mais delongas, vamos a receita? 

Ingredientes:

- 150 gramas de carne moída
- 1 talo de alho poró
- 1/2 de cebola picada
- tempero caseiro ou sal a gosto
- 1/2 lata de tomate pelado 
- 1 1/2 xícara chá de feijão cozido com um pouco do caldo (carioca, preto ou vermelho)
- 1 col chá de cominho
- 1 raiz de coentro (opcional)
- 1/2 pimenta dedo de moça picada sem semente
- chilli em flocos ou pimenta calabresa a gosto
- folhas de coentro a gosto

Preparo:

- Em uma panela refogue a carne moída até que fique dourada e sequinha;
- Em seguida adicione a cebola e o alho poró e deixe refogar até que fiquem transparentes;
- Adicione sal ou tempero caseiro a gosto;
- Junte a lata de tomate pelado e deixe ferver para que apure bem, cerca de 10 minutos em fogo baixo;
- Some em seguida o feijão e vá colocando o caldo do feijão aos poucos, até que fique com a consistência desejada (mais líquido para uma sopa, ou para comer com tacos e nachos, com menos caldo);
- Coloque a raiz de coentro, o cominho, o chili em flocos e a pimenta dedo de moça, misture e deixe em fogo baixo para apurar, cerca de 10 minutos;
- Corrija o sal e sirva quente.

Rendimento: Serve bem 3 pessoas
Tempo de preparo: 30 minutos
Grau de dificuldade: Fácil

Delícia de receita, gente! E juro, como uma sopinha, fica incrível! Ah sim, e se for fazer para a criançada, pode retirar as pimentas, a menos claro, que eles gostem, aí deixa porque fica delicioso! E qualquer dúvida é só me escrever aqui ou nas redes sociais do Arte, Facebook ou Instagram.

Espero que tenham gostado.
Beijos,
Fla.

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Guacamole

Arriba Arriba! Dia de guacamole aqui no Arte na Cozinha. E posso contar um segredo? Eu não como guacamole, risos. Juro, abacate é uma das coisas que como e me faz muito mal, então, apesar de já ter tentado alguma vezes, eu já fui até parar em hospital por causa do dito cujo, então não como mais.

Mas não é porque não como, que não faço para agradar meu marido e os amigos que gostam, e modéstia a parte, eles gostam muito da minha receita, então, se eu fosse você, anotaria essa delícia porque ela vai fazer parte do próximo post aqui do Arte, que é uma das preparações mais deliciosas que já fiz, juro pra você!

Bora conferir essa receita, então? Simples, fácil e rapidinha!

Ingredientes:

- 1 abacate comum ou 2 do tipo avocado (maduros porém firmes)
- 1 tomate sem semente picado
- 1/2 cebola pequena picada
- suco de 1/2 limão tahiti
- 2 colheres sobremesa de azeite
- sal e pimenta do reino a gosto
- 1/3 de pimenta dedo de moça sem semente bem picada
- 6 folhas de coentro bem picadinhas

Preparo:

- Retire a polpa do abacate e coloque em uma tigela;
- Amasse rapidamente com o garfo para que não fique uma pasta;
- Adicione o tomate e a cebola e misture;
- Some o suco de limão, o azeite, o sal, a pimenta do reino e a pimenta dedo de moça e misture;
- Por último coloque as folhas de coentro, mexa rapidamente e sirva em seguida.

Rendimento: serve 2 pessoas 
Tempo de preparo: 15 minutos
Grau de dificuldade: Moleza

Se quiser, sirva com tortillas, pão sírio torrado ou doritos. Como disse, esse guacamole faz parte de uma receita de Burrito, que depois vou linkar aqui pra vocês, e que vale muito a pena fazer!

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.

segunda-feira, 6 de maio de 2019

Pão Sovado

Esse pão talvez seja mais conhecido na rede como Sovadinho da Aline. Desde que me comecei a me aventurar na fermentação natural ou selvagem, fiquei um bom tempo fazendo a mesma receita, até que me deparei com esta da Aline Galle, que além de ser uma padeira de mão cheia, comanda um grupo maravilhoso no Facebook, o Levain, além de ter um canal super bacana no Youtube. Ah, e também é um doce de pessoa.

Testei a primeira vez com muito entusiasmo esta receita, porque eu tinha a falsa impressão, de que todo pão com esse tipo de fermento, teria sempre o mesmo aspecto cascudo por fora e macio por dentro. Mas não, me enganei. Participando desse grupo do Facebook, vi receitas e fotos lindas e agora estou aos poucos, testando todas para compartilhar com vocês.

Esse pão pode ser feito com o fermento biológico seco comum e vou passar as medidas certinhas, mas se você tiver a oportunidade de preparar com o Levain, faça! É outro tipo de pão, te juro. Ah sim, e outra coisa, independente do tipo de fermento, esse pão leva o mesmo em pouca quantidade, então a fermentação será mais longa, mas vale a pena!

Ingredientes:

- 6 colheres sopa de açúcar
- 1/2 colher sopa de sal
- 1 colher sopa de manteiga ou margarina em temperatura ambiente
- 100 ml de leite morno

- 100 ml de água 
*observação, você pode trocar o leite + água por 200 ml de soro de ricota ou usar 200 ml de leite

- 4 xícaras chá de farinha de trigo
- 200g de levain (já refrescado nas proporções 1, 2, 3) ou 1 colher sobremesa de fermento biológico seco
- 1 ovo

Preparo:

- Em uma tigela coloque o leite e a água e dissolva o açúcar;
- Adicione o levain e mistura bem;
- Coloque a manteiga ou margarina e o ovo e mexa;
- Adicione 1 xícara chá de farinha e misture com uma colher;
- Some o sal e continue colocando a farinha aos poucos até que a massa esteja homogênea;
- Sove a massa por cerca de 15 minutos ou até que forme o ponto de véu (quando você estica a massa e ela fica fina);
- Deixe a massa descansar por 2 horas coberta por um pano de prato, em local escuro;
- Passado esse tempo, porcione a massa (eu gosto de separar porções de 70 gramas) e faça o formato que desejar. Pode ser feito em bolinhas ou então abrir a porção da massa com o rolo e enrolar como um rocambole;
- Disponha os pães modelados em uma forma untada e enfarinhada, cubra a assadeira novamente e deixe crescer de 3 a 4 horas ou até que estejam bem crescidos (dobrar de volume);
- Preaqueça o forno a 200 graus por 15 minutos;
- Depois de crescido, passe leite em cima dos pães ou ovo batido, e leve para assar em 200 graus por 20 a 25 minutos;
- Retire os pães do forno, deixe descansar por 10 minutos. Depois retire da assadeira e deixe resfriar sobre uma grade.

Rendimento: cerca de 12 pães
Tempo de preparo: 7 horas aproximadamente (contando os crescimentos)
Grau de dificuldade: Médio

Juro, um dos pães mais gostosos que já fiz. Aliás virou o queridinho aqui de casa, tanto pelo sabor, quanto pela maciez do pão. Ah e uma outra dica, se usar o fermento biológico seco, o tempo de crescimento pode diminuir, por isso fique de olho e lembre sempre daquela regrinha de "dobrar de volume", ok?

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Risoto à carbonara

Vi uma receita de ovo cozido com gema mole, perfeitinho, no instagram da Lela do Jantinha de Hoje e aproveitei que eu ia fazer um risoto pra janta e pensei comigo, porque não tentar fazer um Risoto à Carbonara? Claro que não fiz utilizando os ingredientes tradicionais da receita, é uma versão ou adaptação, bem a moda do Arte na Cozinha, mas que ficou surpreendentemente maravilhoso!

A receita é bem simples, fiz o risoto na panela de pressão, como já expliquei aqui neste post, mas vou deixar detalhado neste aqui também, inclusive com a receita deste ovo.

Sem mais delongas, vamos a receita!

Ingredientes:

- 1 e 1/2 xícara chá de arroz arbóreo
- 2 ovos
- 1 xícara chá de bacon em cubos
- 1 cebola pequena em cubos
- 3 a 4 xícaras chá de caldo de carne ou legumes
- 1/4 xícara chá de vinho branco
- 1 colher sopa de manteiga
- 1/2 xícara chá de parmesão ralado 
- sal e pimenta a gosto

Preparo:

Ovo gema mole:

- Leve água para ferver em uma leiteira ou panela pequena;
- Assim que a água ferver, coloque os ovos com cuidado (e coloque junto um palito de fósforo para segurar a casca caso quebre) e conte 6 minutos no relógio;
- Passado os 6 minutos, coloque imediatamente os ovos em uma tigela com água gelada e com gelo e conte mais 5 minutos;
- Descasque os ovos e parta, ele estará com a gema mole.

Risoto:

- Em uma panela de pressão, frite o bacon até que fique bem dourado. Retire da panela com a ajuda de uma escumadeira e reserve;
- Retire um pouco da gordura do bacon que ficar na panela, deixando apenas metade e doure a cebola até ficar transparante;
- Adicione o arroz, mexa bem e adicione o vinho branco, mexendo até evaporar o vinho quase completamente;
- Junte 3 xícaras chá do caldo (que deve estar aquecido), mexa bem e tampe a panela de pressão. Quando pegar a pressão e a panela começar a apitar, conte 3 minutos. Passado esse tempo, desligue o fogo e conte mais 1 minuto e depois retire a pressão e abra a panela;
- Se o caldo estiver completamente seco, adicione mais um pouco e mexa bem. Prove o arroz e veja se está na consistência desejada, se ainda estiver cru você pode terminar a cocção colocando mais caldo e mexendo até atingir o ponto desejado;
- Se estiver no ponto correto, coloque a manteiga e o parmesão e mexa bem o risoto para que fique cremoso. Retorne o bacon à panela, misture e prove antes de acertar o sal;
- Caso seja do seu paladar, coloque um pouco de pimenta do reino (nós em casa amamos);
- Na hora de servir, coloque o ovo de gema mole por cima do arroz e parta ao meio. Salpique um pouco de sal na gema.

Rendimento: serve 2 pessoas
Tempo de preparo: 20 minutos
Grau de dificuldade: Fácil

Além da apresentação ficar linda o sabor fica delicioso! É uma ótima pedida para receber os amigos em casa, vai parecer que você ficou horas na cozinha, risos.

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.