sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Bolo de limão

Ok, eu concordo que espalhar esta cobertura no bolo é quase impossível para quem não tem nenhuma, eu disse nenhuma habilidade em confeitar qualquer bolo que seja, agora, que eu não posso negar que este é sem dúvida um dos meus bolos favoritos e que ele fica divino, ah isso eu não posso.

Quer saber como faz? Ahhhh, é super complicado (até parece), você vai demorar na cozinha, e vai ter que ficar horas e horas confeitando o seu bolo...risos.
Vamos a receita?

Ingredientes:

- 1 preparado para bolo sabor limão (eu utilizo sempre o D. Benta)
- 1 caixa de gelatina sabor limão (eu utilizei a light da Royal)
- 1 copo (requeijão) de leite (eu utilizo o desnatado)
- 1/2 copo (requeijão) de óleo
- 4 ovos
- 1 colher sobremesa de fermento em pó
- 1 lata de leite condensado
- suco de dois limões

Preparo:

- Bata no liquidificador todos os ingredientes menos o leite condensado e o suco dos limões. Despeje em uma forma de buraco untada e enfarinhada, e leve ao forno médio/baixo até que fique pronto. Algo em torno de 35 a 40 minutos.
- Espere esfriar, desenforme e reserve.
- Em uma tigela misture o leite condensado e o suco dos limões e espalhe sobre o bolo.
- Leve a geladeira e sirva ele gelado.


Óh, fica tudo de bom! Acho que muita gente conhece essa receita, mas quem ainda não conhece, apesar de ele não ficar com o melhor aspecto do mundo, pode fazer sem medo que o resultado é super bom.

Só para vocês terem uma ideia, olha só quem também aprovou o bolo da titia... o Artur, meu sobrinho, que quis comer sozinho aquela fatia de bolo. Claro que fez muita caca, inclusive derrubando bolo na vovó que estava segurando o bonitinho, mas ele literalmente lambeu os dedos! Rs... Sou coruja eu sei, mas ele é lindo né?!


Bom final de semana pra vocês!
Beijos,
Fla

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Do arco da velha...

Bom dia gente, tudo bem com vocês? Por aqui ainda está nublado e minha briga com o tempo continua, afinal, quem também faz a jornada da dona de casa, como eu, sabe que calor e sol colaboram e muito para se conseguir lavar e secar roupa e manter a casa limpinha. Ainda mais para mim, que moro em apartamento e não tenho a facilidade de ter um quintal para secar roupa. Já já faço varal na sala...rs.

Mas vamos lá. Hoje eu vou mostrar aqui pra vocês, mais um item da nossa "coleção de receitas". Claro que essa também saiu do baú de receitas da mamãe, e eu ainda não fotografei nem um terço das coisas, porque olha, a bichinha tem coisa pra chuchu.

Eu já falei dessa panela ou forma, neste post aqui. E me lembro bem de minha mãe preparando muitas delícias nesta forma que se não me falha a memória ela ainda tem na casa dela.

Você se lembra desta panela??? A marca eu sei que ainda existe, até porque esses dias reparei que minha panela de pressão é da marca Fulgor, então eles ainda devem produzir panelas e formas, mas acredito que esta especificamente, não existe mais no mercado para comprar, o que é uma pena.

E olha que legal, junto com a forma, você recebia esse folheto com receitas, claro que para se fazer utilizando a forma. Daqui, eu lembro muito bem da "pizza fingida" e da "batata com queijo", ai que delícia! Gostinho de infância para mim.


Muito legal né? E você já sabe, se quiser mostrar pra gente aqui sua coleção de receitas, envie um email para fla.artenacozinha@gmail.com que eu terei muito prazer em publicá-la.

Boa quinta pra vocês!
Beijos,
Fla

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Torta de legumes

Fiquei super feliz que vocês gostaram da ideia da festa italiana com massa show. E quanto ao trabalho, não dá tanto assim, e se você tiver a ajuda de mais uma pessoa para comandar as panelas fica fácil. Meu ajudante foi meu marido, e como éramos em 6 pessoas, ficou tranquilo. Acho que pra mais gente, fica legal sim, se cada um fizer o seu.

A Nana me perguntou sobre a louça, e minha mãe e minha irmã é que arrumaram tudinho pra mim...rs. Aliás, geralmente a gente faz assim, procuramos deixar a cozinha limpa da casa uma da outra. E isso também acontece quando nos reunimos com nossos amigos. A regra é sempre deixar a cozinha limpa...rs.

Aí você minha colega, você me pergunta, ok, a farra da festa italiana deve ter sido boa, e realmente foi, mas não sobrou ingrediente nenhum pra contar história? Sim, sobrou e bastante coisa! Mas o que fazer? Claro, que teve repeteco de macarrão pra mim e pro marido no dia seguinte, mas não dava pra ficar comendo macarrão, macarrão e macarrão a semana toda né?

Então, o jeito foi fazer um reaproveitamente total dos legumes, e montar uma big torta que teve de recheio os seguintes ingredientes: alho, cebola, brocólis, tomate cereja, fundos de alcachofra, ervilha, presunto, queijo, berinjela, alho poró, azeitona e tomate seco. Tudo misturadinho, temperado com azeite do bom, orégano e manjericão seco, sal e pimentinha.

Para a massa, em uma vasilha eu coloquei: 1 e 1/2 de leite, 1 xícara mal cheia de óleo, 1 col. sopa de fermento, 2 ovos grandes, uma pitada de sal, 1 fio de azeite, 10 col. sopa de farinho de trigo, 3 col. sopa de maizena. Bate bem com um fouet até obter uma massa lisa.

Unte uma forma com margarina e farinha de trigo, despeje metade da massa, coloque o recheio e complete com o restante da massa. Polvilhe muito queijo parmesão ralado por cima e leve ao forno médio/baixo por uns 40 minutos.

Garanto para vocês que ficou uma delícia!
=)

Reaproveitamento é tudo não é não?
Beijos,
Fla.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Massa show!

Se você mora aqui no Brasil, certamente já deve ter ouvido este termo certo? Agora se você não conhece eu te explico. Pense num restaurante onde você ao chegar, recebe um papel com opções de ingredientes. Você marca quais gostaria que fizesse parte do seu macarrão, escolhe também o tipo de molho (branco, rose, vermelho, 4 queijos), e o tipo da massa (espagheti, penne, rigatone, farfalle).

Aí então, o cozinheiro pega seu papelzinho, e prepara a sua massa de acordo com o seu gosto. A isto chamamos aqui no Brasil: massa show!

Alguns restaurantes no Brasil foram os pioneiros neste quesito, como a franquia Spoletto, presente em todo o Brasil. Hoje em dia a coisa é tão divulgada, por assim dizer, que temos aqui em Sorocaba, até churrascaria que contemplam este serviço.

E eis, que num dia de muita inspiração, fiz um convite para alguns familiares para irem jantar em casa. E foi então que tive a ideia de reproduzir uma noite italiana fazendo massa show! Aí, o primeiro passo foi enviar um convite a minha família, como vocês podem ver abaixo...


Ah sim, TUTU a título de informação sou eu...rs.

Pois bem, o segundo passo foi escolher ingredientes para que fizesse parte das opções dos convidados, e então, busquei na internet algumas informações e elaborei este papelzinho, que cada convidado recebeu para anotar o que gostaria que fizesse parte da sua massa.

Bom, agora veio a preparação. Cozinhe as opções de macarrão que quiser e deixe al dente. Passe em água gelada e regue com bastante azeite para não grudar. Reserve.

Separei em vários potinhos todos os ingredientes. Comecei preparando os molhos(usei 2 queijos: mussarela e gorgonzola e molho vermelho). Em seguida preparei aqueles legumes e outros ingredientes que necessitavam ser cozidos: (camarão passado no alho e óleo, berinjela refogada com azeite e cebola, brócolis cozido, alho fritinho, ervilhas frescas cozidas, etc). Por último, deixei aqueles outros ingredientes que só precisam ser picadinhos: (nozes, tomate seco, fundos de alcachofra, presunto, queijo, cebola, etc).

Arrumei todos os ingredientes depois de pronto em vasilhinhas, ramequins e o que achei em casa porque era coisa pra caramba...rs. Deixei de uma forma que ficasse fácil encontrar os ingredientes. Essa foto abaixo eu tirei no dia seguinte na verdade, porque na noite do jantar foi meio correria e acabei esquecendo de tirar a foto, mas acho que dá pra ter uma ideia. Na foto alguns ingredientes já haviam acabado, mas acho que vocês vão entender como eu arrumei as coisas.


Por último, depois que seus convidados marcarem suas opções, vá para a cozinha, munida de duas frigideiras (um eu pilotei e outra meu marido), e prepare colocando um pouquinho de cada coisa. Comece aquecendo azeite, frite o que for necessário fritar como alho poró e cebola, aqueça os demais ingredientes e coloque o molho (para cada prato cerca de 1/2 concha grande). Deixe levantar fervura e coloque o macarrão. Misture bem para que o macarrão incorpore na massa e sirva.



Não esqueça de deixar na mesa para seus convidados queijo parmesão ralado do maissss honesssto possível, e torradinhas feitas com azeite e orégano.

Infelizmente não tirei foto do macarrão no prato, mas minha irmã havia emprestado um jogo lindo de pratos de massa... e a boba aqui esqueceu de fotografar. Ficou um charme.

Aos convidados, sirva vinho ou a bebida que eles gostarem.

Dá trabalho? Até dá, mas que foi divertido e gostoso isso foi!

Se alguém tiver alguma dúvida é só me escrever!
Espero que tenham gostado!

Beijos,

Fla.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Leques de Berinjela

Oi gente, tudo bem com vocês?

Como foram de final de semana? O meu foi ótimo. Sábado meu avô fez 87 anos e fomos na casa da minha tia, onde ele mora, para comemorarmos. Ele tava todo feliz e eu também fiquei muito contente em estar com a família do lado da minha mãe. Nos vemos pouco, mas é legal quando nos reencontramos.

Bom, o tempo está ruim aqui pras bandas do interior de SP, e para ajudar além da pouca roupa que consegui lavar não ter secado, minha máquina de lavar roupas parou definitivamente, e agora mais um gasto que não estava nos nossos planos. Ai que ódio!

Mas vamos falar de comidinhas certo, como diria meu chefe: "Foca filha, foca", risos.

Dias atrás eu fiz esta receita que encontrei no Rainhas do Lar. Os famosos leques de berinjela da Faby, fizeram muito sucesso por lá e não me contive, tive que experimentar também. Minha irmã já havia feito e tinha comentado que tinha gostado também, então, lá fui eu para cozinha testar a receita.

Sou viciadona em berinjela, nunca comi algo com este ingrediente que não tivesse gostado. Adoro tudo: patê, antespastos, com molho, ao forno, a parmegiana, tudinho feito com berinjela fica bom. E obviamente estes leques não ficariam diferentes não é mesmo?

Fiz a receitinha do jeito que a Faby mandou, por isso, vou colocar o link da receita, é só clicar aqui. Vale super a pena, uma refeição leve, saudável e ultra saborosa. Com certeza farei de novo.


Olha como elas estavam antes de ir ao forno... fica lindo né? Depois de assado fica mais murchinho, mas delicioso. Acompanha um arroz frequinho e pronto, refeição completa, do jeitinho que a gente gosta né?!

Bom, eu desejo a vocês uma semana mega especial!

Um beijo a todos!
Fla

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Filé de salmão ao alecrim

Definitivamente minha meta para os próximos meses é tentar comer mais peixe, primeiro porque é saudável, segundo porque é mais light (claro que se você fizer frito essa teoria já era). Então, já fiz alguns progressos como por exemplo trazer da última compra do mês uma bandeja de camarão (que com uma parte eu fiz o risotinho de camarão postado aqui) e um belo filé de salmão que eu fiz esses dias.

Claro que se me pergutarem se eu prefiro uma isca de peixe frita ou uma moqueca, ou vou responder a isca de peixe frita, porém, como estou no período de RA (reeducação alimentar), eu vou enganar meu cerébro e vou dizer moqueca...rs.

O fato é que ao invés de fazer o filé de salmão cheio de trique-trique, desta vez eu optei por um dos modos que mais gosto de comer peixe além de ser mega fácil de fazer.

Pegue um filé grande de salmão e lave bem. Esfregue um limão em todo o peixe e deixe descansar por uns 5 minutos. Coloque em uma forma untada com um fio de azeite. Por cima do peixe salpique sal grosso (cerca de 2 col. de chá), folhinhas de alecrim ao seu gosto na quantidade e mais um fio de azeite.

Leve ao forno baixo coberto por papel alumínio por cerca de 15 minutos e depois tire o papel e asse por mais 10 minutos.

Neste dia servi acompanhado de arroz, salada de chuchu e mini-cenoura sauté (cozinhe a mini-cenoura al dente e passe na frigideira com margarina, depois salpique cheiro-verde). Ainda joguei um pouco de cheiro-verde no peixe depois de assado, mas só pra fazer frescura.

Olha, podem anotar: peixe, mais limão, mais sal grosso, mais alecrim = refeição delícia!

Espero que gostem.
Bom começo de semana para todos nós!
Beijos,
Fla.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Panqueca de espinafre e ricota

Panqueca é uma das comidas que mais gosto de fazer e claro, de comer. Acho prático, rápido e super gostoso, e independente do recheio elas sempre ficam boas.

Desde que eu mesma comecei a cozinhar, utilizo uma receita de panqueca que consegui no site Tudo Gostoso, e desde então tenho até medo de arriscar alguma outra, porque essa sempre dá certo.

Comprei uma cesta de produtos orgânicos que eu vou mostrar pra vocês logo logo, e nela veio uma maço lindo de espinafre, que eu não sabia muito bem como utilizar. Foi aí que me veio a ideia de fazer panqueca recheada com espinafre e ricota. Ficou deliciosa, além de ser leve e bem nutritiva.

Vamos a receita?

Ingredientes Massa:

- 1 copo de leite
- 1 ovo
- 1 copo de farinha de trigo
- 1 col. sopa de óleo
- 1 pitada do sal
- 1/2 maço de cheiro verde picado (para ficar verdinho)

Ingredientes recheio:

- 1 maço de espinafre cozido e picado
- 1 abobrinha grande picada
- 1 cebola picada
- 200 gr. de ricota
- azeite, sal e pimenta a gosto
- 1 col. sopa de requeijão

Ingredientes molho:

- 1 col. sopa de margarina
- 1 col. sopa cheia de farinha de trigo
- 300 ml. de leite
- sal, pimenta e noz moscada a gosto
- 50 gr. de mussarela ralada

Preparo Massa:

- Bata todos os ingredientes no liquidificador e reserve.

Preparo Recheio:

- Leve uma panela ao fogo baixo e aqueça um fio de azeite, doure a cebola e junte a abobrinha.
- Deixe refogar até que ela fique macia porém firme.
- Junte o espinafre e mexa bem.
- Tempere com sal e pimenta a gosto. Desligue o fogo.
- Quando estiver morno, adicione a ricota esfarelada, o requeijão e tempere com mais sal e pimenta se desejar. Reserve.

Preparo Molho:

- Em uma panela aqueça a margarina e doure a farinha de trigo.
- Coloque o leite de uma vez só e mexa com a ajuda de um fouet para que não empelote.
- Deixe em fogo baixo por uns 10 minutos e vá mexendo para que não grude. Quando estiver grossinho, coloque o sal, a pimenta e a noz moscada a gosto.
- Desligue o fogo e reserve.

Montagem:

- Aqueça uma frigideira antiaderente com um fio de azeite (faça isso sempre a cada 3 massas de panquecas), coloque 1/2 concha de massa (ou mais se desejar que fique mais grossinha), vá virando a massa até que o fundo fique todo coberto. Deixe em fogo baixo até que fique corada na parte de baixo e vire para corar o outro lado. Faça isso até acabar a massa. Rende mais ou menos 8 discos.

- Em um prato coloque uma panqueca, um pouco de recheio e enrole. Vá arrumando em uma travessa de vidro que possa ir ao forno.

- Depois que todas elas estiverem enroladas, despeje o molho por cima, jogue a mussarela ralada e leve ao forno para derreter o queijo. Sirva com uma salada.


Gente, fica super gostosa. E se você quiser deixar mais light, deixe o molho de lado, ou então, coloque algum outro queijo por cima. Dá pra variar recheio, molho... panqueca é sempre tudo de bom!

Espero que gostem.
Super final de semana a todos.
Beijos,
Fla.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Filé oriental e abobrinha picante

Oi gente, tudo bem com vocês?

Poxa, 3 dias sem postar nada dá uma diferença viu, eu estava com saudade de passar no blog de todas vocês, e vou colocar tudo em dia hoje, prometo!

O feriado por aqui foi maravilhoso, deu para aproveitar bastante, principalmente o maridão que também conseguiu folga e então conseguimos ficar juntos esses dias.

Fiz algumas artes na cozinha e vou postar tudo conforme for descarregando a máquina (gente, eu tenho uma preguiça de fazer isso que só eu sei viu...rs).

Essa receitinha de hoje é bem simples e super fácil de fazer, além de leve e light (que é bom e a gente gosta!), e por isso foi um dos pratinhos seguindo a linha "vamos comer bem" que está rolando lá em casa.

Vamos então a receita?

Ingredientes Filé oriental:

- +/- 500 gr. de filé mignon em tiras
- 1 col. sopa de azeite
- 1/2 pimentão verde em tiras
- 1 cebola pequena em tiras
- 1/2 xícara de shoyo
- 1/2 xícara de água
- 1 col. chá cheia de maizena
- 1/2 xícara de champignon
- sal e pimenta a gosto

Ingredientes Abobrinha Picante:

- 1 abobrinha grande em cubos
- 1 cebola grande em cubos
- 1 tomate grande em cubos
- 1 col. café de páprica picante
- 1 pitada de pimenta síria
- 1/2 pimenta biquinho sem semente
- sal a gosto

Preparo Filé:

- Tempere os filés com sal e pimenta a gosto. Reserve por alguns minutos para pegar gosto.
- Aqueça uma panela e coloque o azeite. Frite a carne em fogo médio/alto para não juntar muita água. Quando estiver cozida, junte o pimentão e deixe cozinhar um pouco.
- Acrescente a cebola e deixe em fogo baixo até que comece a ficar transparente (a cebola e o pimentão devem ficar crocantes)
- Junte o champignon e em seguida pegue a meia xícara de shoyo, junte com meia xícara de água e nessa mistura dissolva bem a maizena.
- Coloque essa mistura na panela em fogo baixo e mexa bem, até que fique um caldo grossinho.

Preparo Abobrinha:

- Aqueça 1/2 col. sopa de azeite e coloque a cebola. Em seguida frite um pouco de tempero pronto a gosto ou tempere com sal e pimenta a seu gosto.
- Junte a abobrinha e vá pingando água e deixando a panela tampada em fogo baixo até que ela fique cozida mas inteira, sem desmanchar.
- Nesse momento, você adiciona os tomates somente para um leve cozimento.
- Adicione a páprica e as pimentas. Mexa bem e sirva.

Aqui acompanhei com arroz e lentilha cozida. E o prato parece grande mas é de sobremesa tá, por isso parece grande...rs.

Comidinha bem caseira, do jeito que a gente gosta em casa. A abobrinha fica bem picante, mas deliciosa. E o filézinho fica com gostinho de yakissoba, mas com pimentão...hum...é tudo de bom.

Hoje vou pegar meu livro de culinária regional de Pernambuco, aliás a coleção toda da Abril está linda. O livro do Rio de Janeiro, que foi o último que comprei, está um arraso e de dar água na boca. Vamos ver o de Pernambuco, que deve ter bastante peixe... Bom, porque preciso mesmo comer mais peixe viu. Amanhã conto pra vocês.


Beijos e boa semana curta.
Ah, e cuidado com a chuva hein pessoal.
Fla

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Alguém aí se lembra?

Minha mãe sempre teve vários cadernos de receita. Alguns eu trouxe pra casa quando me casei, porque digamos assim, mamãe já não tem a mesma paciência que tinha antigamente para cozinhar. Mas isso não significa que ela desaprendeu. Muito pelo contrário, pois continua cozinhando cada vez melhor (apesar de ela sempre dizer o contrário).

Eu gostaria muito de ter herdado os cadernos de receitas das minhas avós. Mas eu era muito pequena quando elas se foram e nem me interessava pela culinária. Hoje, fico pensando, nas tantas gostosuras que eu provavelmente encontraria por lá.

Dos cardeninhos da minha mãe que sobraram, alguns são realmente do túnel do tempo. Este por exemplo, é um calendário da Maizena de 1980. Ela tem outros, e eu vou mostrar aqui com certeza pra vocês. Por isso abri um novo marcador: "Coleção de receitas". Porque a ideia (ai que estranho tirar o acento da ideia...rs), era realmente a pessoa colecionar estes calendários e as receitinhas que nele estavam.

Este por exemplo, tem duas que em casa nós amamos! O bolo de cebola, receita que não pode faltar no meu aniversário e que é ridícula de fazer de tão fácil, e o biscoito da titia. Espero que fique legível, mas caso alguém queira fazer e tenha dificuldade em ler a receita, me escreve que eu mando. (para aumentar a foto é só clicar nela)






Ah claro, e você, tem alguma dessas pérolas guardadinhas em casa? Quer compartilhar conosco? Então envie um email para fla.artenacozinha@gmail.com e envie uma foto e conte a história do seu caderno ou publicação de receita. Vale até receitinha que ficava atrás da lata de creme de leite hein...rs.

Beijos a todos,
Fla.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Risotinho de camarão ao curry

Da última vez que eu fiz compras no mercado, levei uma bandejinha de camarão para que casa que ao me consta eram maiores do que o 7 barbas, portanto imaginei eu, que não teria maiores problemas com a redução que eles sofreriam.

Pois foi um erro, os bichinhos se encolheram todos na panela e ficaram minúsculos...rs. Mas tudo bem, o sabor não foi alterado e meu risoto de camarão ao curry ficou muito bom.

Risoto é a refeição que nem precisa de acompanhamento não é não? Basta uma salada e pronto, a refeição está completa. E fora que é delicioso. Ah, e claro, quando sobra o que a gente faz? Bolinhos de risoto, igual os que eu ensinei aqui.

Vamos a receita então?

Ingredientes:
(Receita para duas pessoas)

- 250 gr. de camarões rosados médios (se usar do 7 barbas, use o dobro da medida)
- 1 xícara de arroz arbóreo (pode ser feito com o arroz comum também)
- 1/2 xícara de vinho branco seco
- +- 700 ml de caldo de camarão ou de legumes
- 1/2 col. chá de açafrão
- 1/2 col. chá de curry
- 1 cebola picadinha
- 1 col. sopa de margarina
- 2 col. sopa de azeite

Preparo:

- Em uma panela aqueça 1/2 da margarina e 1 col. de azeite. Frite metade da cebola e depois os camarões (que você tempera antes com alho, sal e pimenta).
- Deixe apenas por alguns minutinhos, para que ele não fique rijo, porque ainda vai voltar para o risoto. Reserve.
- Na mesma panela, aqueça o restante da margarina e do azeite, frite o restante da cebola, adicione o arroz e deixe fritar um pouco.
- Coloque o vinho e vá mexendo até que evapore. Adicione o curry, o açafrão, mexa bem e vá adicionando o caldo aos poucos.
- Vá mexendo sempre que possível, quanto mais mexer, mais cremoso ficará.
- Quando estiver quase pronto, volte os camarões na panela e adicione mais caldo até que o arroz fique a seu gosto.
- Sirva com queijo ralado por cima.

Pode ser que sobre caldo certo? Mas a gente sempre chuta um pouquinho a mais para que não falte. E posso garantir fica muito saboroso.

Caso você não goste de curry, pode tentar substituir por alguma outra especiaria, ou então, pode reduzir a quantidade do curry para que fique mais suave.

Bom é isso gente, eu espero que vocês tenham gostado da receitinha de hoje.
Um ótimo começo de semana pra todos vocês e que setembro seja um mês abençoado!

Beijos,
Fla.