sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Pão doce de Natal com creme


Pois é, o Natal já está chegando, nem dá pra acreditar! E este ano eu resolvi fazer mais algumas receitas para ampliar as opções para que você tenha uma ceia deliciosa. Claro que vou optar sempre por receitas práticas e fáceis, inclusive, já tivemos um especial de Natal no Youtube do Arte, que para assistir, é só clicar aqui.

Mas para começar eu quis fazer uma receita que eu estava com vontade de comer, um pão doce! E como eu queria uma receita de Natal, pensei em transformar esse pãozinho, daqueles com creme e tudo, em uma versão natalina, e posso falar? Ficou incrível! A receita eu peguei a ideia do pão que a Tati fez no Panelaterapia (aqui).

O pão é recheado de creme, e talvez não dê para notar muito na foto, mas a consistência ficou inacreditável. Não é panetone, até porque a quantidade de frutas é menor, mas o sabor lembra bastante e a textura é de pão doce mesmo, não é como a do panetone. Mas eu te aconselho a fazer, porque é muito, muito bom mesmo!

Ingredientes:

Massa:

- 1 xícara chá de leite morno (235 ml)
- 2 ovos pequenos
- 4 col. sopa de manteiga
- 3 e 1/2 xícara chá de farinha de trigo
- 300 g de frutas cristalizadas
- raspas de 2 laranjas
- 1 col. chá de extrato de baunilha
- 5 col. sopa de açúcar
- 1/2 col. chá de sal
- 2 col. chá de fermento biológico seco

Creme: 

- 4 gemas
- 2 col. sopa de amido de milho
- 300 ml de leite
- 1/4 xícara chá de açúcar
- 1 col. sopa de manteiga
- 1 col. café de extrato de baunilha

Cobertura:

- 1/2 xícara chá de açúcar de confeiteiro
- 2 a 3 col. sopa de leite

Preparo:

Creme:

- Peneire as gemas com cuidado;
- Misture todos os ingredientes em uma panela e antes de ligar o fogo, mexa bem para dissolver o amido;
- Acenda o fogo, vá mexendo sempre, e deixe em temperatura baixa até o creme engrossar bem;
- Coloque em uma tigela de vidro, cubra com plástico filme deixando o plástico em contato com o creme para não formar película, e leve a geladeira por 1 hora para esfriar;

Massa:

- Em uma bacia coloque o leite, a manteiga, o açúcar, o sal, a baunilha, as raspas de laranja e os ovos ligeiramente batidos. Misture bem;
- Acrescente 2 xícaras chá de farinha de trigo e o fermento e vá mexendo a massa com uma colher de pau;
- Vá adicionando o restante da farinha aos poucos e quando a massa estiver mais consistente, passe para uma bancada e sove por cerca de 10 minutos. Se a massa ficar muito grudenta, você pode ir colocando mais farinha, mas não abuse, depois de sovar a massa e do descanso, ela chegará no ponto;
- Depois de sovada, adicione as frutas cristalizadas e incorpore bem a massa;
- Faça uma bola com a massa e coloque-a de volta na tigela, cubra com um pano úmido e deixe em um local quentinho e longe da luz e do vento, eu sempre coloco no micro-ondas. Deixe a massa crescer por 1 hora ou até dobrar de volume;
- Passado o tempo de crescimento, divida a massa em duas partes e abra um retângulo com cada uma delas;
- Passe 1/3 do creme com a ajuda de uma colher e enrole como um rocambole. Faça o mesmo com a outra parte da massa e reserve o restante do creme que sobrar;
- Faça uma trança com as duas partes da massa e disponha em uma forma de buraco no meio, untada e enfarinhada;
- Cubra a forma com o pão úmido novamente e deixe crescer por mais 40 minutos;
- Passado esse tempo, coloque o restante do creme por cima do pão, não precisa se preocupar em passar de forma uniforme;
- Leve ao forno preaquecido 180 graus, por aproximadamente 45 minutos;
- Retire do forno, deixe esfriar na forma por 15 minutos e desenforme para esfriar sobre uma grade;
- Quando estiver frio, adicione a cobertura e sirva;

Cobertura:

- Misture o açúcar de confeiteiro e vá adicionando o leite colher a colher. A mistura não pode ficar líquida de tudo, ela precisa ficar grossinha, para que não escorra sem endurecer. Aplique sobre o pão doce frio.

Rendimento: 1 pão grande
Tempo de preparo: 3 horas
Grau de dificuldade: Médio

Dica: Se o seu pão na hora de enrolar ficar melecado pelo creme, não se incomode! O creme vaza mesmo e não tem problema algum, já que ainda vamos colocar mais creme por cima antes de assar.

A maciez e o sabor desse pão, eu queria poder explicar melhor pra vocês! Aliás, lá no instagram (clique aqui) eu subi um vídeo mostrando melhor, corre lá pra assistir. 

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Sanduíche Pulled Pork

Pulled pork é uma carne de pouco desfiada, que vira um sanduíche delicioso quando acompanhada, geralmente, de uma coleslaw (clique aqui para ver a receita da salada), e com algum molho extra para deixar ainda mais molhadinho o sanduíche.

O primeiro pulled pork que comi na vida, foi de um restaurante super famoso em Los Angeles chamado Phillipe The Original e sem dúvida alguma aquele sabor ficou guardado na minha mente, porque eu morro de vontade de um dia voltar e comer aquela maravilha de novo!

Mas para minha sorte, um bar que amo aqui em Sorocaba, também serve uma versão do pulled, e pra mim, é um dos mais incríveis sanduíches que já comi. É o lanche que eu tenho vontade de comer sempre! Quem prepara essa belezura de lanche é o chef Hichel, responsável pela cozinha da casa, e quem eu tenho sempre vontade de abraçar quando saio do bar...risos.

Como eu sou lombriguenta nível hard, usei minha memória gustativa para fazer um pulled a minha moda, e vou te dizer, ficou delicioso também! Dá um pouco de trabalho, mas o resultado é incrível!

Ingredientes:

Para a carne de porco:

- 1 Kg de pernil de porco
- suco de 2 limões
- suco de 1 laranja
- 4 dentes de alho amassados
- 1 cebola fatiada
- 1 col. sopa rasa de sal
- 1 col. chá de cominho em pó
- 1 col. chá de páprica doce
- 1 col. chá de páprica picante
- 1 col. sobremesa de açúcar mascavo
- 1 ramo de alecrim (só as folhas)
- 1 xícara chá de água

Para o molho:

- 1/2 xícara chá de maionese
- 1 col. chá de suco de limão
- 1 pitada de cominho em pó
- 1 col. café de mostarda de dijon
- 1 col. café de molho inglês

Coleslaw - receita aqui

Preparo:

Carne de porco:

- Tempere a carne de véspera com todos os temperos. Deixe em um saco ou vasilha bem tampada, por no mínimo 12 horas, mas o ideal é deixar 24 horas nessa marinada;
- De vez em quando, vire a carne para que o sabor fique na carne por completo;
- Passado o tempo, escorra a carne da marinada (reserve a mesma) e coloque a carne em uma assadeira, cubra com papel alumínio e deixe em forno 160 graus por 4  horas. Sim, vai ficar bastante tempo e por isso é importante deixar em fogo baixo;
- Se o líquido da assadeira começar a secar, você pode ir adicionando água para não queimar a assadeira;
- Passada as 4 horas horas, retire o alumínio, suba para 200 graus e deixe a carne dourar;
- Retire a carne da assadeira e desfie completamente retirando com cuidado os ossos (eu sempre compro pernil com osso);
- Em uma panela, coloque a marinada, a carne desfiada e deixe em fogo bem baixo, mexendo de vez em quando, por cerca de 30 minutos, ou até que o caldo esteja cozido e grosso. Se secar muito, adicione um pouco de água. Corrija o sal e reserve. 

Molho: 

- Misture todos os ingredientes em uma tigela e reserve.

Montagem:

- Utilize o pão de sua preferência (de preferência para um pão de casca mais dura, eu utilizei um pão de azeite que compro em uma padaria da minha cidade, mas pode ser francês ou italianinho);
- Leve as duas metades do pão para uma frigideira para tostar levemente cada parte;
- Espalhe uma camada do molho na base, uma porção da carne por cima e por último um pouco da salada coleslaw.

Rendimento: 6 sanduíches grandes
Tempo de preparo: 4 horas (entre o preparo da carne e montagem)
Grau de dificuldade: Médio

Essa carne não precisa ser utilizada apenas para o sanduíche, você pode servir acompanhada de um arroz e uma salada que também fica perfeito. Aliás, essa versão é caseira da receita, porque geralmente nos restaurantes, essa carne é assada por mais de 16 horas e em forno a lenha. 

Mas façam, porque vale super a pena e o sabor fica incrível!

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.