quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Farfalle integral ao ragú de linguiça

Chegar de viagem significa encontrar em um primeiro momento a geladeira vazia. Possibilidades restritas e muita criatividade, as vezes contribuem para um prato surpreendente não é mesmo? 

Como eu tinha esse pacote de farfalle integral da Barilla delícia que ganhei no Encontro Gourmet pensei que precisa fazer algo gostoso e bem honesto para acompanhá-lo e foi então que encontrei uma calabresa dando sopa no congelador e não pensei duas vezes em fazer esse ragú.

Ragú aliás, pra quem não sabe, é um molho bem encorpado a base de tomate, legumes e carne. Segundo meu professor do curso de gastronomia que faço, se é picado e o cozimento é longo, é um ragú. Diferente do bolonhesa por exemplo, cujo cozimento é bem mais rápido.

Então, bora pra receitinha? Ela pode ser a salvação do seu almoço também.

Ingredientes:

- 1/2 pacote de macarrão (aqui utilizei como já foi dito o farfalle integral da Barilla)
- 1 col. sobremesa de azeite
- 1 calabresa sem pele em cubos ou passada no processador
- 1/2 cebola bem picada em cubos
- 2 dentes de alho bem picados
- 1 talo de salsão picado em cubos pequenos
- 1 cenoura picada em cubos pequenos
- 1 tomate sem pele e sem semente picado em cubos pequenos
- 1/2 xícara de vinho tinto seco
- 1 lata de tomate pelado em cubos (utilizei da La Pastina)
- 1/2 lata de água filtrada
- 1/2 col. café de açúcar
- sal e pimenta do reino à gosto
- 1 galho de manjericão fresco
- parmesão ralado à gosto

Preparo:

- Cozinhe o macarrão conforme instruções da embalagem e reserve;
- Aqueça uma panela com o azeite e coloque a calabresa picada ou passada pelo processador (eu utilizei o processador) e refogue até que fique bem corada;
- Adicione a cebola, o alho, a cenoura e o salsão e deixe refogar por uns 5 minutos;
- Junte o vinho, o tomate picado e deixe ferver até o vinho reduzir um pouco;
- Coloque a lata de tomate pelado (se não comprar aquela que já vem em cubos, corte os tomates um pouco), a água, o açúcar e adicione sal e pimenta à gosto;
- Misture bem, adicione o galho de manjericão, tampe a panela e deixe em fogo bem baixo por +/- 40 minutos;
- Verifique de tempos em tempos e mexa bem, caso vá secando demais o molho, vá adicionando mais água conforme achar necessário;
- Passado esse tempo, misture o ragú a massa, polvilhe parmesão e sirva.

Rendimento: 2 porções generosas 
Tempo de preparo: 50 minutos
Grau de dificuldade: Moleza


Muito fácil e com ingredientes que a gente sempre tem em casa. Caso não tenha salsão por exemplo, você pode adicionar talos de salsinha (eu já comentei aqui que congelo todos os talinhos né?) mas se não tiver nem isso, não coloque, vai ficar bom do mesmo jeito. 

Experimente fazer o ragú com uma costela desfiada, com uma carne picadinha na ponta da faca... ahhhh gente, como é bom! 

Espero que tenham gostado!
Beijos,
Fla.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Bolo da paixão

Voltando da semana de folga que passei em Fortaleza, cidade que me deixou encantada não só pelas belezas naturais, mas pela receptividade do seu povo tão querido e acolhedor! Voltarei com certeza muitas e muitas vezes!!!

Mas vamos lá, minha ida à Bienal esse ano ainda vai render muitos posts. Fui muito feliz nos meus achados por lá e apesar daquela loucura toda, achei que valeu muito a pena. 

Talvez a editora que mais tenha me surpreendido pelas suas ótimas publicações na linha gastronômica, foi a Publifolha e este post não é nem de longe um jabá, é indicação mesmo, porque eu adquiri diversos livros lá e o mais caro que paguei foi R$ 25,00. Este aqui é só de bolos, mas eu comprei da mesma linha o de "Brunch", "Cupcakes" e alguns outros, e digo, todos valeram a pena!



Quando fui procurar uma receita para fazer a estreia de um deles, logo de cara este bolo chamou minha atenção, não só pelo nome mas pelos ingredientes que eu achei ao mesmo tempo simples e interessantes. Em casa, todo mundo amou e logo logo vai ter que rolar um repeteco. O bolo é mega fofinho e super perfumado!

Vamos a receita? 

Ingredientes:

- 150 ml de óleo de girassol
- 175 gramas de açúcar mascavo 
- 3 ovos batidos
- 1/2 colher chá de canela em pó
- 1/2 colher chá de noz moscada ralada
- 150 gramas de cenouras raladas no ralo fino
- 1 banana amassada (utilizei prata)
- 50 gramas de nozes-pecãs picadas
- 250 gramas de farinha de trigo peneirada
- 1 col. sopa de fermento em pó

Cobertura:

- 160 gramas de cream cheese em temperatura ambiente
- 100 gramas de açúcar de confeiteiro
- raspas de 1/2 laranja
- 50 gramas de nozes-pecãs (opcional)

Preparo:

- Preaqueça o forno a 180º;
- Unte e forre com papel manteiga o fundo de uma forma funda;
- Bata bem todos os ingredientes do bolo com a ajuda de um fouet ou batedor na ordem acima;
- Coloque a massa na forma e asse por 45-50 minutos, até dourar ou passar pelo teste do palito;
- Deixe esfriar na forma por 10 minutos, desenforme e espere esfriar completamente;
- Bata na batedeira o cream cheese, o açúcar de confeiteiro e as raspas de laranja até que forme um creme claro e fofo;
- Espalhe a cobertura sobre o bolo frio e enfeite com as pecãs.

Rendimento: 12 pedaços
Tempo de preparo: 65 minutos
Grau de dificuldade: Fácil

Observação: Eu fiz pecãs caramelizadas que ensinei aqui no blog e você pode conferir clicando aqui. Mas caso queira, você pode colocar as nozes in natura ou ainda quebradinhas para dar um chame.

Hummm, comeria agora mesmo um pedaço com um café bem fresquinho!
Espero que tenham gostado!
Um beijo e ótima semana!
Fla.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Como fazer fricassê de frango?

Aqui no Arte, tenho uma tag chamada "Iniciantes na Cozinha" com diversas postagens para quem está começando a se aventurar pela culinária. Sem dúvida alguma estes posts são os mais acessados aqui no blog e eu fico muito feliz, porque mesmo no tempo em que estive ausente do blog, recebia quase que diariamente e-mails e mensagens agradecendo as explicações e as receitas.

Já ensinei com passo-a-passo a fazer uma omelete, sopa, bife à milanesa, quiche e algumas outras receitas, e vez ou outra recebo algum e-mail pedindo algo diferente. Até churrasco já me pediram...risos. 

Estou dessa vez atendendo o pedido de duas leitoras do Arte, uma é a Pamela de Santo/SP que me enviou este e-mail em agosto de 2013 e o outro é o João Henrique de Formiga/MG que me escreveu fevereiro deste ano. Mas eu espero de coração, que seja útil para muitas outras pessoas!

Vamos a receita então?

Ingredientes:

Purê:

- 4 batatas inglesas grandes
- 2 mandioquinhas médias
- 1 col. sopa de manteiga em temperatura ambiente
- 1/2 caixinha de creme de leite
- sal e pimenta do reino à gosto

Recheio:

- 1 peito de frango sem osso
- 2 col. sopa de azeite
- 1 cebola pequena em cubos
- 2 dentes de alho bem picados
- 1 tomate sem semente picado
- 1 caixinha de creme de leite
- 1/2 copo de requeijão (+/- 125 gramas)
- 1 lata de milho verde
- 1 col. sopa de molho inglês 
- 2 col. sopa de cheiro verde picado
- sal e pimenta à gosto

Demais ingredientes:

- 100 gr. de muçarela fatiada
- 1/2 pacote de batata de palha

Preparo:

Purê:

- Coloque em uma panela com água e um pouco de sal as batatas já descascadas e cortadas em cubos;
- Leve ao fogo e deixe cozinhar até que as batatas estejam bem macias;
- Retire as batatas com a ajuda de uma escumadeira e reserve;
- Na mesma água coloque a mandioquinha também descascadas e cortada e deixe cozinhar até que fiquem bem macias também;
- Escorra a mandioquinha e reserve;

Observação: Existem dois modos de preparar este purê e irei colocar os dois.

Purê 1: No fogão

- Esprema as batatas e as mandioquinhas com a ajuda de um espremedor;
- Em uma panela aqueça a margarina e coloque as batatas e as mandioquinhas espremidas;
- Mexa bem até que se incorpore e adicione o creme de leite, o sal e a pimenta à gosto;
- Incorpore todos os ingredientes muito bem, desligue o fogo e reserve;
- Caso esteja muito denso, pode adicionar o restante do creme de leite;

Purê 2: No processador

- Coloque no processador as batatas e as mandioquinhas, adicione o creme de leite, a manteiga em temperatura ambiente, o sal e a pimenta à gosto;
- Processe todos os ingredientes e reserve;
- Caso esteja muito denso, vá adicionando o restante do creme de leite;



Frango:

- Cozinhe o peito de frango na água com um pouco de sal, até que fique bem cozido;
- Quando estiver frio, desfie com a ajuda de um garfo ou processador;
- DICA: muita gente faz o frango cozido na panela de pressão e desfia chacoalhando a panela, clicando aqui tem um vídeo que ensina esse procedimento.

Recheio: 

- Em uma panela coloque o azeite e refogue a cebola até que comece a ficar transparante;
- Em seguida adicione o alho até que fiquem bem refogados;
- Adicione o frango desfiado e mexa bem;
- Coloque o molho inglês (pode ser molho de soja se preferir) e misture;
- Adicione o tomate picado e o milho e refogue em fogo baixo até que o tomate comece a desmanchar, cerca de 5 minutos;
- Nesse momento, acrescente o requeijão, o creme de leite e o cheiro-verde;
- Misture tudo muito bem e deixe apurar por 5 minutos em fogo baixo; Reserve;



Montagem:

- Unte um refratário com um pouco de manteiga;
- Em um refratário coloque uma camada fina de purê;
- Por cima adicione todo o recheio de frango e espalhe bem;
- Em seguida, coloque o restante do purê;
- Cubra com as fatias de muçarela e leve ao forno pré-aquecido até dourar (se seu forno tiver grill deixe apenas na função grill);
- Retire do forno, coloque a batata palha por cima e sirva quente;



Rendimento: 6 porções
Tempo de Preparo: 45 minutos
Grau de dificuldade: Fácil

Gente, eu expliquei bem explicadinho porque o objetivo é ajudar quem não tem experiência na cozinha e por isso parece muito complicado e cheio de etapas, mas juro que não é! Essa receita é um coringão, super fácil e agrada a todos!

Espero que vocês tenham gostado!
Semana que vem vou fazer uma pausa de leve e tirar uma semaninha de folga. Volto em breve!
Um excelente final de semana!
Beijos,
Fla.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Bolo de churros - Receitas UNIÃO



Bolo de churros virou um clássico nas redes sociais não é mesmo? E olha só que bacana, a União, referência em adoçamento e empresa que dispensa maiores apresentações, criou a sua própria receita e resolveu compartilhar conosco! Mês passado no Encontro Gourmet (você revê o post clicando aqui) eu fiz a oficina da União onde pude aprender a receita, confeitar e claro, provar essa delícia! 

Abaixo além da receita, você confere como surgiu essa ideia.

"A cozinha experimental da União existe desde 1957, justamente com a função de testar receitas e passar para os consumidores da marca dicas e possibilidades de inovação. Transformar um doce tão popular em um bolo de fácil preparo e que incorporasse as características que conferem tanto sucesso aos churros foi um exercício natural para a equipe da chef Ivy de Oliveira, que comanda a cozinha experimental. “Buscamos constantemente trabalhar com novidades para nossos consumidores, o bolo de churros é um exemplo dessa proposta. Utilizamos os principais ingredientes do doce para criar um bolo que traz o sabor do churros, mas com a textura de um bolo leve e macio. É isso que deixa essa releitura tão interessante, explica a chef."

Receita do bolo

Ingredientes:

Massa:

6 claras (240g)
- 6 gemas (120g)
- 6 colheres (sopa) de manteiga (120g)
- 2 xícaras (chá) de açúcar refinado UNIÃO (320g)
- 1 xícara (chá) de leite (200ml)
- 4 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada (440g)
- 4 colheres (sopa) de canela em pó (28g)
- 2 colheres (sopa) de fermento em pó (20g)

Recheio:

- 2 latas de doce de leite cremoso
- Açúcar de confeiteiro GLAÇÚCAR, para polvilhar

Preparo:

Massa:

- Em uma batedeira, bata as claras em neve e reserve;
- Em seguida, bata as gemas, a manteiga e o açúcar UNIÃO;
- Aos poucos, adicione o leite e a farinha de trigo e continue batendo;
- Acrescente a canela e o fermento.;
- Por último, adicione as claras em neve;
-  Coloque a massa em uma forma untada e leve para assar em forno preaquecido (180ºC) até que ao espetar um palito este saia sem vestígios de massa. Desenforme morno e após esfriar, corte o bolo em 3 camadas.

Montagem:

- Coloque uma camada do bolo sobre o prato e recheie com doce de leite;
- Repita o procedimento mais uma vez e finalize com uma camada do bolo; 
- Coloque o restante do recheio em um saco de confeitar com bico pitanga e decore a parte de cima do bolo;
- Finalize polvilhando com açúcar de confeiteiro GLAÇÚCAR

Rendimento: 12 porções
Tempo de preparo: 40 minutos
Grau de dificuldade: Fácil

Fala a verdade? Muito top essa receita né?! Agora olha só o meuuuuuu bolo de churros que fofinho que ficou!


Bora pra cozinha então? Ótima ideia para presentar seu professor(a) nesse dia tão especial não é mesmo? Afinal, estes profissionais merecem a nossa eterna gratidão!

Beijos,
Fla.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Picanha invertida do Rodrigo Hilbert...

....Ou porque nós amamos o programa "Tempero de Família".



Sim, este post poderia ter dois títulos. Em casa rola uma ciumeira danada quando eu paro tudo o que estou fazendo para apreciar todos os dotes culinários do nosso querido Rodrigo Hilbert. Convenhamos que para a homarada ficou bicho feio ter que competir com um moço que além de bonito, faz a própria faca, mata o próprio boi, planta e colhe seus próprios alimentos e ainda por cima cozinha (pelo menos aparentemente) bem. 

Brincadeiras a parte, porque sou muito mais meu marido (ponto pra mim agora!), de todas as receitas que vi o mocinho preparando essa sem dúvida foi a que mais me chamou a atenção. Já tinha tido a oportunidade de provar pelas mãos de outra cozinheira, mas resolvi fazer a receita e ficou deliciosa. 

Em uma próxima vez eu só vou deixar um pouco mais no forno porque a carne ficou ao ponto como o marido gosta, mas eu prefiro ela mais assadinha. No entanto, o sabor ficou delicioso e a carne derretendo de tão molinha.

Se você quiser conferir a receita e ver o vídeo, assim, só pra aprender melhor como faz a receita...risos... clique aqui que eu te levo diretamente para o link (de nada, a propósito!). Mas abaixo estou colocando a receitinha na íntegra com as quantidades que usei. Ah sim, e ele serviu com um molho de cebolas que eu não fiz, porque para acompanhar fiz um macarrãozinho ao sugo show, mas você pode fazer caso queira.

Ingredientes:

- 1 picanha de até 1,3 Kg;
- 1 linguiça calabresa grande;
- 1/2 xícara de bacon picado em cubos;
- 2 batatas inglesas;
- 1 cenoura;
- manteiga;
- 1 xícara de queijo provolone;
- azeite;
- sal fino e pimenta do reino à gosto;
- sal grosso à gosto;

Preparo:

- Com uma faca bem fina retire o excesso de gordura da picanha;
- Faça um corte horizontal no meio da carne, abrindo um buraco para colocar o recheio;
- Vire a picanha do avesso, de forma que a gordura fique para o interior da peça, e tomando cuidado para não abrir na lateral;
- Reserve;

Recheio:

- Corte em cubos a calabresa, o bacon, o queijo, a cebola, a batata e a cenoura;
- Tempere com sal, azeite e pimenta do reino à gosto;
- Coloque o recheio dentro da picanha e intercale com pedaços de manteiga;
- O que sobrar de recheio coloque em volta da carne;
- Cubra com um pouco de sal grosso e leve ao forno para assar em fogo médio/baixo por +/- 2 horas (a minha ficou 1h e 30 min e ficou ao ponto para bem passado);
- Passado o tempo de cozimento, retire a carne e fatie para servir;

Rendimento: 4 porções generosas
Tempo de preparo: +/- 3 horas
Grau de dificuldade: Média (por conta de virar a carne)



Fica super saborosa gente! Eu com certeza vou fazer novamente e já pensei até em preparar uma maminha da mesma forma. Virar a carne do avesso não foi fácil, confesso, mas você pode ser menor orgulhosa e pedir para seu açougueiro que ele certamente fará isso com grande facilidade.

É isso, esse programa ma-ra-vi-lho-so passa no canal GNT toda quinta-feira às 20:00 e este post não é um jabá sobre o canal...rs.

Ótima semana a todos!
Beijos,
Fla

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Pastel com massa de creme de leite - Dia das crianças

Sempre que eu vejo alguma receita legal na internet eu logo copio o link e mando para o e-mail do meu marido, quase que como um convite para prepararmos no final de semana. Dificilmente ele não topa...risos. 

E foi o que aconteceu quando vi a receita desse pastel. Achei a massa tão simples e quando assisti o vídeo vi que dava certo, aí não tive dúvida e fiquei doidinha para provar. Agucei todas as lombrigas do marido e obviamente fomos logo pra cozinha ver se era verdade toda aquela facilidade.

E não é que dá certo gente?! Claro que o sabor da massa não é igual aquela de pastel de feira, mas ele fica crocante e super saboroso. Eu só deveria ter aberto mais fininho, só que como meu rolo de macarrão me deixou na mão e o cabo saía de 5 em 5 minutos, eu acabei desistindo de abrir mais fina. Mas não atrapalhou em nada, ficou deliciosa da mesma forma.

E como esse final de semana é dia das crianças, porque não aproveitar e preparar para seu pimpolho? Vamos ver como é fácil? A receita original e o vídeo você pode conferir clicando aqui.

Ingredientes:

Massa:

- 1 lata de creme de leite com soro (300 gr)
- 2 1/4 xícara de chá de farinha de trigo (320 gr)
- sal à gosto

Recheio de carne moída:

- 300 gr. de carne moída (usei patinho moído duas vezes)
- 1/2 cebola picada em cubos
- 1 dente de alho picadinho
- 1 tomate grande sem semente picado em cubos
- 3 col. sopa de cheiro verde picado
- 10 azeitonas sem caroço picadas
- 1 col. sopa de azeite
- sal e pimenta do reino à gosto

Recheio de banana:

- 2 bananas picadas em rodelas
- 1 col. sopa de creme de avelã
- Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Preparo:

Massa:

- Misture todos os ingredientes até que fique uma massa homogênea;
- Coloque a massa em uma superfície lisa e enfarinhada e amasse bem com as mãos;
- Enrole em um filme plástico e leve a geladeira por 30 minutos;

Recheio de carne:

- Em uma panela aqueça o azeite e frite a cebola e o alho;
- Adicione a carne moída e refogue até que fique bem soltinha e corada;
- Adicione o tomate, o ovo e a azeitona e refogue por mais 5 minutos;
- Tempere com sal e pimenta à gosto;
- Por último misture o cheiro-verde;
- Coloque em uma vasilha e deixe esfriar (o recheio deve ser usado frio).

Montagem:

- Com um rolo abra a massa bem fina em uma superfície lisa e enfarinha;
- Corte discos do tamanho que desejar e coloque o recheio ao centro de cada círculo; (Se for o de banana coloque algumas rodelas e uma porção pequena de creme de avelã);
- Dobre ao meio em meia lua e fecha as bordas com ajuda de um garfo;
- Frite os pastéis em óleo quente até dourar;
- Deixe escorrer em papel absorvente e sirva; (Se for o de banana, polvilhe o açúcar por cima antes de servir)

Rendimento: +/- 25 pasteis (depende da espessura da massa)
Tempo de preparo: 1 hora
Grau de dificuldade: Fácil

Delícia né?! Não sei vocês mas eu sou doidinha por pastel. Claro que não é algo para se comer todo dia, mas de vez em quando né?! Porque não?! 

Espero que vocês tenham gostado e que façam para suas crianças, nem que seja você mesma a sua própria criança...risos.

Beijos e ótimo final de semana,
Fla.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Filé de peixe prático

Gosta de peixe como eu mas acaba sempre fazendo as mesmas receitas? Pois então eu vou te apresentar uma alternativa super simples e bem saborosa que aqui em casa faz muito sucesso, porque além de poder variar o que vai no "temperinho" deste peixe, todas as combinações sempre ficam muito saborosas.

Apesar de adorar peixe eu confesso que a distância entre a minha casa e a peixaria me dá um pouco de desânimo, então quando me convenço a ir até lá, eu acabou já trazendo algumas opções para congelar, assim, sempre que preciso e tenho vontade, faço um peixinho esperto.

A receita é de fato super simples, mas vale super a pena experimentar! Vamos lá então?

Ingredientes:

- 4 filés de peixe (eu usei tilápia);
- 1/2 cebola roxa picada;
- 1 tomate pequeno sem semente picado;
- 5 azeitonas verdes sem caroço picadas;
- 1 col. chá de alcaparras picadas;
- 2 col. sopa de azeite;
- 1 col. sopa de molho inglês;
- 1 col. café de mostarda;
- suco de 2 limões, sal e pimenta do reino

Preparo:

- Tempere os filés com o suco de limão, sal e a pimenta à gosto;
- Unte uma forma com um pouco de azeite e disponha os filés na mesma;
- Leve ao forno preaquecido por cerca de 20 minutos em temperatura média;
- Enquanto os filés assam, em uma vasilha misture a cebola, o tomate, as azeitonas, as alcaparras, o azeite, o molho inglês, a mostarda e tempere com um pouquinho de sal e pimenta do reino. Reserve;
- Passado os 20 minutos do peixe no forno, retire a assadeira e coloque por cima de cada filé um pouquinho da mistura reservada;
- Volte a assadeira no forno e deixe por mais 10 minutos;
- Retire do forno e sirva.

Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo: 35 minutos
Grau de dificuldade: Moleza


Super simples, rápido, prático e delicioso. Essa receita é fera pra quem tem pouco tempo e precisa preparar um jantar ou almoço rapidinho. A foto acima é da misturinha temperada antes de ser colocada nos filés. Você pode variar, retirar a cebola e colocar um dentinho de alho, retirar a azeitona e colocar um pouquinho de gengibre ralado, trocar o molho inglês por molho de soja e um tequinho de wasabi, e por aí vai...

Para servir, fiz também um arrozinho branco e repolho com ervilha torta refogados no óleo de gergelim e azeite, polvilhado com gergelim preto tostadinho.

Espero que gostem!
Beijos,
Fla.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Castanhas caramelizadas picantes


Sabe aquelas castanhas que vendem em quiosques dentro dos shoppings? Você certamente já foi atraído por aquele cheiro que mistura canela e açúcar não é mesmo? Porque pra mim, alguns shoppings tem exatamente aquele cheirinho... e é tão, mas tão bom!

De tanto que gosto resolvi tentar fazer em casa e deu super certo. Pesquisei em diversos sites essa receita, vi quem utilizasse fermento, outros bicarbonato, alguns não utilizavam nada, outros mesclavam o tipo de açúcar... enfim, criei a minha própria receita e deu super certo.

Quer ver como é fácil?

Ingredientes:

- 100 gramas de castanhas da sua preferência (eu utilizei a nozes pecã, mas você pode utilizar castanha do pará, nozes comuns, avelã, etc...);
- 1/2 xícara chá de açúcar mascavo;
- 3 col. sopa de água;
- 1 col. café de canela em pó;
- 1 col. chá de bicarbonato de sódio;
- 1/3 col. café de chili em pó;

Preparo:

- Misture todos os ingredientes em uma frigideira;
- Leve ao fogo baixo e vá mexendo sem parar até começar a esfarelar (primeiro ela fica com muito caldo, depois vai ficar com um aspecto grudento e só depois ela vai começar a secar e esfarelar);
- Retire do fogo e coloque imediatamente em uma forma forrada com papel manteiga;
- Deixe esfriar bem e sirva;

Observações importantes:

1. Parece que não vai dar certo, mas acredite dá certo sim!
2. Se você deixar muito tempo o açúcar vai esfarelar demais e vai cair das castanhas.
3. Caso queira ela mais torradinha leve ao forno médio preaquecido por 15 minutos;
4. Você pode utilizar açúcar branco ao invés do mascavo.
5. A técnica é parecida com a do amendoim praliné pra quem já fez em casa.
6. Não use fogo alto, caso contrário seu açúcar vai queimar antes de grudar nas castanhas;

Rendimento: Porção de 100 gramas
Tempo de preparo: 20 minutos
Grau de dificuldade: Médio

Olha, eu consegui dar o ponto de primeira, mas da terceira vez que eu fiz errei em uma coisa, eu fiz uma quantidade aí fui fazer de novo e usei a mesma frigideira e como ela estava quente, o ponto não ficou legal. Então, é importante misturar tudo com a frigideira fria ok?

É isso gente, se deixar eu faço todo dia e como um pote dessa castanha. E eu gosto assim apimentada, mas a pimenta é opcional, não gosta não coloca. Ah, e se colocar um pouquinho de sal, mas bem pouquinho, dá aquela sensação de confusão mental do açúcar com o toque de sal... fica divino. Se você gosta de caramelo salgado vale experimentar, mas é bem pouquinho hein!

Espero que tenha gostado. Desejo um excelente final de semana!
Beijos e obrigada pelo carinho de sempre,
Fla.