terça-feira, 31 de agosto de 2010

Risotto piamontese

Ultimamente o meu tempo anda curto, por causa de alguns problemas pessoais, porque eu estou trabalhando e estudando, porque faço um curso aos finais de semana e porque preciso nisso tudo ainda arrumar tempo para cuidar da minha casa, do meu marido e de mim.

Algumas pessoas entendem, outras simplesmente preferem acreditar que eu sou "anti-social" ou qualquer coisa que o valha. O fato é que prefiro sim aproveitar o pouco do meu tempo livre dentro do meu casulo, a sair e ficar fora do lugar que eu mais amo no mundo: a minha casa.

E claro que a questão do tempo também envolve a nossa (minha e do marido) alimentação, porque afinal eu tenho que me virar para poder cozinhar com aquilo que tenho na dispensa, pois passar no supermercado significa abrir um mão de um tempo que hoje, eu não tenho.

O dia em que eu tenho de verdade encarado o fogão é o domingo. Acordo a hora que eu quero, ligo a máquina de lavar roupas, tomo café da manhã com meu marido, arrumo a casa e aí me tranco na minha redoma. Ali, envolta as minhas panelas, temperos e sabores, reflito sobre a vida, sobre os problemas, sobre o futuro e ao som das minhas músicas prediletas vou longe com meus pensamentos. E hora ou outra dou um berro: "Fáááá, estende a roupa pra mim?", e logo tomo mais um golinho da minha cervejinha ou do meu licor e volto a refletir.

Aí, com o almoço pronto, é só arrumar a mesa e degustar o prato preparado, comentar a semana, bater um papo com o marido, assistir ao que passa na tv e pronto, só assim meu final de semana fica completo e eu posso retomar a semana agitada mais uma vez. Precisa de mais pra ser feliz? Eu não. E quem não entende isso... sorry. Eu sou feliz assim.

Em um desses domingos, o almoço foi simples, mas feito com muito amor e o risotto piamontese ficou realmente muito bom. É bem simples de fazer, olha só.

Ingredientes: (serve 4 porções generosas)

- 1 xícara de chá de arroz arbóreo ou carnaroli (e pode fazer com arroz comum também)
- 1/2 xícara de vinho branco seco
- 2 col. sopa de azeite
- 2 col. sopa de margarina
- 1 cebola pequena ralada
- 1/2 xícara de cogumelos fatiados
- 150 gr. de presunto picado em pequenos pedaços
- +/- 1 litro de caldo de carne ou legumes (1 litro de água + 2 tabletes de caldo)
- 1 xícara de parmesão ralado (do bom!)
- sal e pimenta a gosto

Preparo:

- Aqueça em uma panela 2 col. sopa de azeite e 1 col. sopa de margarina. Frite a cebola até que ela fique transparente.
- Adicione o arroz e deixe fritar por uns 3 minutos.
- Coloque o vinho branco e deixe evaporar, mexendo sempre a panela, até restar algo em torno de 1 col. de sopa de caldo.
- Agora coloque uma concha do caldo e mexa sem parar até que seque para adicionar outra concha.
- Depois de adicionada a quarta concha de caldo, junte o presunto picado, continue mexendo e adicionando o restante do caldo.
- Repita o processo até que o grão do arroz fique al dente.
- Quando chegar no ponto desejado, desligue o fogo da panela, junte o cogumelo e o queijo parmesão e misture bem.
- Adicione por último mais 1 colher de sopa de margarina e mexa vigorosamente para dar cremosidade.
- Deixe descansar o risotto na panela tampada por uns 5 minutinhos e sirva em seguida.

Bom né? Eu amo risotto e este é fácil porém muito gostoso.

Boa terça pra vocês.

Ahhh sim, e a votação continua, se quiser que o blog do Arte vire um livro, clique neste link e vote quantas vezes você quiser. E eu agradeço de coração!

Beijos,
Fla

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Rosbife com molho pesto brasileiro

A receita veio da Ana Maria Braga, mas quem fez desta vez foi minha mãe, no mesmo dia em que saiu aquela lasanha muito comentada no blog por sinal.

A culinarista que apresentou essa receita apresentou a ideia de um pesto versão brasileira que apesar de bem diferente daquele pesto que estamos acostumados mas bem saboroso. Neste é utilizado um ingrediente que apesar de não ter origem no nosso país, é bem conhecido por todos nós, o kiwi.

Diferente não é mesmo? Mas de verdade é bem gostoso. Talvez não seja o ideal para acompanhar uma massa, mas para o acompanhamento desta carne, eu achei perfeito. Aliás a carne é um espetáculo a parte. O perfume que sai do forno enquanto ela assa é algo delicioso.

Não tenha medo de colocar as quantidades de temperos que vai na carne, ela não fica em hipótese alguma forte ou com um sabor predominante de alguma das ervas, a mistura fica simplesmente perfeita. Minha mãe, mandou muito bem anotando a receita e preparando para todos nós.

Quer ver o vídeo e a receita original? Clique aqui. Mas abaixo também vou deixar a receitinha pra vocês. Ah sim, e apesar de ser uma receita de rosbife, nós deixamos mais tempo no forno para ficar bem passado, como nós gostamos.



Molho pesto brasileiro:

- 2 kiwis sem casca picados
- suco de 1 limão
- 1 maço de cebolinha picado
- 1/2 maço de salsinha picado
- 1/2 maço de rúcula picado
- 1/2 dente de alho
- 500 ml de azeite (coloquei só 200 ml)

Rosbife:

- 1 peça de lagarto de aproximadamente 2 Kg
- 1 copo americano de vinho tinto
- 1/2 maço de alecrim picado
- 1/2 maço de tomilho picado
- 1/2 maço de salsa picada
- 1 pimentão amarelo picado
- 2 tomates picados
- 2 dentes de alho picados
- sal a gosto (na receita original não vai sal)

Preparo:

Molho Pesto:

- Bata todos os ingredientes no liquidificador até que fique um molho encorpado.

Rosbife:

- Coloque dentro de uma vasilha o lagarto limpo e tempere com os demais ingredientes. Despeje todo o conteúdo dentro de um saco para uso culinário e deixe marinar 24 horas dentro da geladeira.

- Numa assadeira coloque a carne junto com a marinada, cubra com papel alumínio e leve ao forno médio pré-aquecido por aproximadamente 2 horas (o nosso ficou quase 4 horas em fogo bem baixo).

- Sirva a carne fatiada acompanhada do molho.


Façam e vocês não vão se arrepender, eu garanto!
Boa semana pra vocês.
Beijocas.
Fla.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Guaraná com açaí

Ok, não vou dizer pra você que ao beber este novo guaraná você irá se sentir nas nuvens, e muito menos que é oitava maravilha do mundo moderno, mas, modéstia a parte eu achei muito melhor do que aquela coisa horrível que foi a Kuat Eko (guaraná com chá verde).

A sensação é de que esto bebendo uma mistura de tubaína, grapette (nossa, alguém se lembra disso??? risos) e fanta uva, e no final o sabor por incrível que pareça é até agradável.

A combinação foi bem inusitada, mas como o "açaí tá na moda" (aqui em SP viu gente, porque sei que no Norte e Nordeste o consumo é muito maior e é feito há muito mais tempo), acho que foi uma ótima sacada do fabricante.

Se eu compraria de novo? Hum... sinceramente acho que não, até porque, pra quem tubaína Vedette, qualquer coisa semelhante fica no chinelo...hehehe.

Mas vale a pena experimentar. Ah, como dado importante, vale lembrar que eu não gosto de açaí, então se lembra a frutinha ou não, eu não sei bem porque eu não como a dita cuja. =)

Beijos,
Fla.



Nota: As opiniões expressadas através de cada post dos tópicos "Eu experimentei" e "Leitura em dia" são exclusivamente desta que vos escreve e não tem o intuito de influenciar na escolha de cada um, uma vez que são apenas sugestões e todos tem direito a livre escolha. Obrigada.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Bolo de cenoura e Twitter

Simmmmm, o Arte na Cozinha agora também possui um Twitter (@artenacozinha). Confesso que fui meio relutante em criá-lo, porque eu já tive um pessoal e assim, não tinha nem tempo, nem muito entusiasmo com a ferramenta. Mas como acho que é importante a gente ficar por dentro de tudo que é novidade, e o twitter nesse ponto é o que há, resolvi criar a conta do blog.

Atualizá-lo sempre vai ser tarefa difícil, mas será mais uma ferramenta de comunicação que terei com os leitores do blog. Aliás, falando em atualização a coisa anda tão corrida por aqui, que até pra postar está complicado.

Dias atrás eu ouvi de um palestrante que devemos comemorar coisas simples em nossas vidas, e eu resolvi que vou trazer isso pra minha vida. Sábado eu comemorei o início de um curso e hoje eu vou comemorar com vocês o Twitter do Arte...hehehe.

E como toda comemoração precisa de um bolo, eu trago hoje uma receita delícia de cupcake de cenoura que eu tirei deste link aqui, mas claro vou colocar na íntegra aqui embaixo.

Pasmem, primeiro bolinho de cenoura meu que dá certo. =D Vamos a receita então?

Ingredientes:

- 2 ovos
- 2 cenouras grandes raladas
- 1 xícara de óleo
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 xícara de açúcar
- 1 col. sopa de fermento

Preparo:

- No liquidificador bata os ovos, a cenoura e o óleo.
- Peneire a farinha e o açúcar.
- Junte aos secos a mistura que foi batida.
- Misture bem, adicione o fermento e mexa mais um pouco.
- Coloque em forminhas de papel para cupcake (rendeu 16)
- Leve para assar em forno pré-aquecido, 180º por aproximadamente 15 minutos (o meu ficou 20)
- Cubra com chocolate ao leite derretido e decore como quiser.

Simples e delicioso!

E aí, me segue? @artenacozinha
=)

A e a votação continua, se quiser que o Arte vire um livro, clique aqui e dê seu votinho pra mim que eu vou ficar feliz feliz! =)

Beijos,
Fla.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Lasanha caseira da mama

Tem coisa mais gostosa que lasanha? Tem sim. Lasanha com massa feita em casa, bem caseirinha. E esta aqui foi feita pela minha mãe, que apesar de adorar dizer que não gosta de cozinhar, é a melhor cozinheira que conheço.

Como vocês podem ver nas fotos, fazer a lasanha não é nada tão trabalhoso assim, claro, requer um pouco de tempo, principalmente porque a massa precisa ficar bem sequinha, mas também não é nada demais não, e de vez em quando vale a pena fazer e ver a alegria da família não é mesmo?

Acho que os momentos mais felizes da minha vida são aqueles em que nos reunimos em volta da mesa. As refeições na casa da minha mãe, antes de me casar, sempre foram regadas a longas conversas e até hoje, tenho o costume de quando estamos só eu e marido jantando em casa, ainda ficamos por um bom tempo sentados à mesa, conversando.

Cada almoço na casa da minha mãe se torna um verdadeiro evento: geralmente eu e ela assumimos a cozinha, minha irmã é a responsável pela sobremesa e acaba sempre ficando com a louça do almoço, mas enquanto tudo isso rola, estamos todas juntas proseando, enquanto nossos maridos e o pequeno Artur ficam naquele passa-passa na cozinha que me deixa doida! Risos... Sabem, família italiana, que todo mundo fala alto, quer falar ao mesmo tempo e tal, é assim na casa de mamãe...graças a Deus são sempre momentos felizes.

Mas vamos voltar a lasanha... quer saber como faz? Olha que simples.

Ingredientes: (para fazer uma lasanha para 6 pessoas)

- 5 xícaras de farinha de trigo
- 5 ovos
- 5 casquinhas do ovo com água (pegue uma das metades da casquinha e complete com água, coloque 5 medidas dessa)

Para o recheio:

- 500 gr. de presunto
- 500 gr. de mussarela

Para o molho:

- 700 gr. de carne moída
- 6 tomates maduros sem semente
- 1 cebola grande picada
- 1 lata grande de extrato de tomate
- ramos de manjericão
- sal e pimenta a gosto
- 2 col. sopa de azeite.
Preparo da massa:
- Misture os 3 ingredientes e amasse até formar uma massa lisa.

- Pegue penas porções da massa e passe pelo cilindro várias vezes até que fiquem finas como geralmente é a massa de lasanha.

- Corte a massa em lâminas conforme mostra a foto.

- Coloque as massas prontas sobre uma toalha de mesa, polvilhe farinha e cubra com outra toalha.

- Deixe secar pelo menos 24 horas, sendo que algumas vezes você terá que virar as massas para que seque bem dos dois lados.

- A massa deve ficar coberta por papel toalha sempre. Depois de seca, você pode armazenar em sacos de papel por até 20 dias (sempre ok? não use nada de plástico).

Cozimento da massa:

- Cozinhe a massa da lasanha em água fervente com um pouco de óleo. A massa leva cerca de 8 minutos para ficar no ponto. Não coloque muitas de uma vez só (8 por vez está ótimo). Assim que colocar dê uma boa mexida e vá fazendo isso algumas vezes para que não grude.

- Retire a massa da água quente, passe rapidamente pela água fria para que ela não grude e reserve.

Molho:

- Bata no liquidificador os tomates com um pouquinho de água. Reserve.

- Em uma panela alta coloque as 2 colheres sopa de azeite e refogue a carne moída. Quando estiver bem fritinha, coloque a cebola picada e deixe refogar por alguns minutos.

- Coloque sal ou tempero pronto a gosto e refogue.

- Adicione o tomate batido, o extrato de tomate e o manjericão. Deixe apurar por mais ou menos 30 minutos em fogo baixo. Caso o molho fique muito encorpado, adicione um pouco mais de água.

Montagem:

- Em uma forma tamanho grande e alta, coloque uma camada de molho, massa, presunto, mussarela, molho, massa, molho, presunto, mussarela e vá intercalando até que terminar com molho e por cima polvilhe bastante queijo parmesão ralado.

- Leve ao forno pré-aquecido 180º por mais ou menos 30 minutos.

E depois ainda rolou uma outra versão de lasanha branca que eu vou postar outro dia aqui pra vocês. Gente, façam que vale muito a pena viu. E a receita dessa carne assada escândalo que minha mãe fez eu trago ainda esta semana pra vocês.

Ah e obrigada a todo mundo que votou e está votando no Arte para a promoção que citei aqui no post anterior. Se quiser votar mais fique a vontade viu, eu vou adorar! Risos... Valeu mesmo gente. E boa sorte para todos os blogs que resolveram participar também.

Beijos gente, ótima semana,
Fla.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

O ARTE PODE VIRAR UM LIVRO!


Gente, é o seguinte, o Arte na Cozinha está participando da promoção BlogBooks 2010, onde os blogs mais votados de cada categoria, passaram pela aprovação de um júri e se eleito pelo mesmo, o blog irá virar um livro.


Claro que estou concorrendo na categoria Gastronomia. E por isso queria pedir o voto de vocês.


Para votar, basta clicar aqui neste link, ou então no anúncio que está na lateral do blog.


Podem votar quantas vezes você quiser, eu agradeço por todos os votos! =)


CONTO COM VOCÊS!
OBRIGADA!
Fla.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Yakissoba da Fla

Sei que muito provavelmente você que está lendo meu blog já ligou em um disk Comida Chinesa, e já pagou pelo yakissoba que eles vendem. E diga-se de passagem, sei que você pagou caro por isso. E como eu sei? Oras, eu também já fiz isso diversas vezes. E as vezes não é nem por falta de vontade mas por necessidade.

Sábado mesmo, eu estava em casa e a geladeira estava um vazio só, então para não morrer de fome (nada exagerada), eu acabei ligando para um destes delivery's e pedi um combo office (daqueles pequenos) de yakissoba com 1 rolinho primavera. E pasme, sabe quanto paguei por tudo???? R$ 21,00.

Agora, você tem ideia do quanto eu gastei para fazer essa panelona inteira??? R$ 12,00. E serve muito bem 4 pessoas. Então, assumi um compromisso, yakissoba delivery só em casos de última necessidade, mesmo! Só me resta agora aprender a fazer os rolinhos que tanto amo...hehe.

Quer ver como é fácil preparar seu próprio yakissoba?

Ingredientes:

- 300 gr. de macarrão para yakissoba
- 200 gr. de frango em cubos
- 200 gr. de carne em tiras (utilizei alcatra)
- 1 col. sopa de azeite
- 1 col. sopa de óleo de gergelim
- 1 pacote (aproximadamente 400 gr) de legumes para yakissoba (brocólis, cenoura, acelga e couve-flor)
- 1/2 pimentão verde picado em tiras
- 1/2 pimentão vermelho picado em tiras
- 1/2 xícara de gengibre picado em tiras
- 100 gr. de broto de feijão
- 100 ml de shoyo
- 120 ml de água
- 1 col. sopa grande de amido de milho
- 1/2 xícara chá de cogumelos em fatias

Preparo:

- Tempere o frango apenas com limão e um pouco de sal. Reserve.
- Tempere a carne apenas com um pouco de limão e reserve.
- Cozinhe o macarrão em água e sal até que fique al dente. Reserve.
- Aqueça uma panela WOK ou qualquer uma que seja grande e larga. Coloque o azeite e o óleo de gergelim.
- Coloque o frango e deixe cozinhar bem. Quando ele começar a dourar, coloque a carne vermelha fritar junto.
- Depois que os dois estiverem fritinhos e cozidos, acrescente o gengibre picado e deixe fritar um pouco.
- Coloque os pimentões e dê uma leve refogada. Acrescente os demais legumes (brocólis, couve-flor, etc) e mexa bem até que fiquem al dente.
- Adicione os cogumelos fatiados e o broto de feijão e misture bem, deixe por uns 3 minutos refogando.
- Misture em um recipiente a água, o shoyo e o amido de milho até que este se dissolva.
- Deixe a panela em fogo baixo e despeje esta mistura.
- Mexa bem até que o molho comece a engrossar.
- Misture o macarrão e sirva em seguida.

Muito muito muito bom. Se você não quiser comprar aqueles pacotinhos prontos que vendem na feira dos legumes já picados para o yakissoba, você pode comprar brocólis, couve-flor, acelga e cenoura e colocar na quantidade que você desejar.

Pimentão também é algo muito particular. Eu coloco quando tenho, mas sei que na receita original não vai. Mas em casa gostamos muito. E se você é vegetariano, retire o frango e a carne, aumente a quantidade de legumes e seja feliz. =)

Então é isso gente. Nada contra os restaurantes de comida chinesa da vida, masssss o nosso bolso agradece esta economia né não?

É isso queridos.
Até mais.
Beijocas.
Fla.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Ave Maria com abobrinha e ervilha

A maioria dos leitores deste blog são mulheres, e sei disso pelos comentários que recebo através dos posts. E eu fico super feliz quando sei que os mocinhos também visitam meu blog, porque afinal eu escrevo para todo mundo, e tento fazer de tudo para que este blog não fique tão "mulherzinha".
Por isso, quando recebi o email do Tiago fiquei super feliz, porque comecei a perceber que talvez as visitas aconteçam pelo público masculino, mas eles gostam de ficar no anonimato...risos. Vejam só.

"Oi, aqui quem escreve é o Tiago de São Carlos, interior de São Paulo. Sou estudante, tenho 22 anos e moro sozinho. Na verdade eu e minha família somos de Presidente Prudente e acabei vindo morar em São Carlos pra fazer faculdade. Aí que eu fui morar numa república e não aguentei, foi aí que resolvi morar sozinho numa kit. Só que eu não sabia nem fritar ovo e depois de comer muito x-salada eu resolvi comprar um fogão de duas bocas e aprender a cozinhar. E foi aí que esbarrei no seu blog que tem me ajudado muito porque você faz coisas simples e eu crio coragem para fazer. Era só isso que queria contar, ah e como minha mãe não sabe usar internet essas coisas eu imprimo as receitas e quando volto pra casa dela eu entrego, ela adora. Obrigado, Tiago."

Poxa Tiago, já respondi teu email mas deixo novamente aqui meu agradecimento viu. Fico super feliz em saber que estou ajudando pessoas como você que moram sozinhas mas sabem que não dá pra viver só de lanche não é mesmo? A intenção deste espaço é esta mesmo.

Eu mesma, quando tinha 17 anos fui morar sozinha para fazer faculdade, e sei o quanto é dose você ter que preparar comida só pra você. Comi muito macarrão instantâneo naquela época, mas confesso que eu curtia fazer uma comidinha só pra mim.

Então Tiago a receita de hoje é pra você e eu espero que você goste.

Ingredientes:

- 1/2 xícara de macarrão tipo "ave maria" (aquele de sopa) - ou qualquer outro.
- 1 col. sopa de azeite
- 1/4 de cebola picada
- 1/2 abobrinha italiana cortada em cubos
- 1/4 xícara de ervilhas frescas (ou em lata)
- 1 fatia de presunto picadinho
- 2 col. sopa de caixinha de creme de leite
- 2 col. sopa de água (do cozimento do macarrão)
- orégano e sal a gosto
- parmesão ralado

Preparo:

- Cozinhe o macarrão em água e sal. Escorra, guarde um pouco da água e reserve o macarrão.
- Em uma frigideira aqueça o azeite e frite a cebola em fogo baixo.
- Coloque a abobrinha e deixe refogar até que fique al dente.
- Coloque o presunto picadinho e mexa para fritar um pouco.
- Junte as ervilhas (se for a fresca cozinhe antes de juntar na frigideira) e refogue por alguns minutos.
- Adicione o creme de leite e deixe apurar. Junte a água, o orégano e corrija o sal. Deixe ferver por uns 3 minutinhos.
- Junte o molho ao macarrão, despeje em um prato e polvilhe queijo ralado.

Simples, fácil e fica muito gostoso. Quem mora sozinho sabe que comprar 1 abobrinha pode ser um martírio. Porque ninguém como 1 abobrinha inteira. Então, utilize uma metade para o macarrão e cozinhe a outra para fazer uma saladinha.

Espero que gostem.
Uma ótima semana a todos.
Beijos,
Fla.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Cupcackes de chocolate da Vinni

É engraçado como a gente se identifica com algumas pessoas não é mesmo? No caso dela a empatia foi instantânea, porque afinal, não tem como não gostar dessa mineirinha gente boa não é mesmo? A Vinni, dona do blog Amehlia Digital, é dona de coração imenso e mesmo não a conhecendo pessoalmente, se tornou uma pessoa muito querida por mim e por grande parte da blogsfera tenho certeza.

Quando a Vinni colocou essa receita de cupcake no blog eu fiquei tentada a fazer, primeiro porque no post ela ainda fez um agrado para várias amigas blogueiras, inclusive eu, segundo porque eu queria ter uma forma de demonstrar e retribuir este carinho, então, nada melhor do que preparar esta receitinha.

Tudo bem que o dela ficou bem mais bonito que o meu, mas é de todo coração que oferto este bolinho simbólico a Vinni e a todas as outras amigas e amigos blogueiros que por aqui passam deixando seu recadinho e carinho. Obrigada viu. =)

A receita original você pega clicando aqui.

Ingredientes:

- 1 xícara de leite
- 1 xícara de óleo
- 2 ovos
- 1 xícara de açúcar
- 2 xícaras chá de farinha de trigo
- 1 xícara chá de nescau ou chocolate em pó
- 1 col. sopa de fermento em pó

Preparo:

- No liquidificador bata o leite, o óleo, os ovos e o açúcar.
- Coloque a mistura em uma travessa e acrescente a farinha, o chocolate e o fermento.
- Misture bem, preencha as forminhas até a metade (ele cresce bastante), e leve ao forno pré-aquecido a 180º por 40 minutos (o meu ficou pronto em 30).

Para a ganashe:

- 200 gr. de chocolate meio amargo
- 1 caixinha de creme de leite

- Leve ao microondas por 30 segundos ou até que o chocolate fique todo derretido. Reserve.

Montagem:

- Em cada cupcake retire com a ajuda de uma faca um pedaço da tampinha fazendo um buraquinho.
- Preencha com a ajuda de uma colher com um pouco da ganashe, coloque a tampinha com cuidado e cubra com mais um pouco de ganashe.
- Confeite com o que desejar.
A Vinni utilizou também brigadeiro mole e morango, que eu acho que também vai super combinar. O bolo não é tão doce, então com um brigadeiro deve ficar delicioso.
Queridos é com este bolinho que me despeço, desejando a todos um excelente final de semana.

Cuidem-se!
Beijos e até segunda.
Fla.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Frango da Borbols

Tenho a mania de salvar em meu computador todas as receitas que acho interessante. E as vezes eu dou graças a Deus por ter esta iniciativa porque muitas vezes recorro a minha pastinha "a testar" para elaborar um jantar ou um almoço diferente ou então quando a inspiração não vem e eu preciso pensar rápido para preparar alguma coisa.

Lembro que quando vi esta receita no blog da Regiane o Borbols na Cozinha, fiquei doidinha de vontade de prepara porque eu não sou a pessoa que mais ama frango no mundo, então receitas diferentes e que me apetecem eu logo guardo para preparar, assim consigo sair do manjado "filé de peito grelhado".

E que receita maravilhosa! Eu adorei o aroma, a praticidade e principalmente o sabor com que este franguinho fica. Receita muito especial que tenho certeza que você minha amiga ou meu amigo que está lendo este singelo bloguinho vai amar se fizer.

Nem preciso dizer que meu provador oficial de receitas, o marido, amou né? Recebi tantos elogios que fiquei feliz da vida! Risos... Quer ver como é fácil?

A receita original você pega clicando aqui. Mas como fiz pequenas modificações vou colocar da forma que eu fiz.

Ingredientes:

- 8 sobrecoxas de frango
- 1 cebola grande ou 2 pequenas picadas
- 2 tomates grandes sem semente picados
- 1 xícara chá de maionese
- 1 pacote sopa creme de cebola
- 100 gramas de queijo parmesão ralado
- 4 col. sopa de azeite
- 1 col. sopa de orégano
- 1/2 lata de cerveja preta
- suco de 1 limão

Preparo:

- Em uma vasilha misture a sopa creme de cebola, o parmesão e o azeite até formar uma pasta. Reserve.
- Limpe bem o frango e tempere apenas com o suco de 1 limão. Reserve por uns 15 minutos.
- Regue uma assadeira com um pouco de azeite e coloque no fundo a cebola, o tomate e o orégano.
- Besunte os pedaços de frango com a maionese e arrume os pedaços na assadeira.
- Por cima distribua bem a mistura do creme de cebola com o parmesão e o azeite.
- Despeje cuidadosamente a lata de cerveja preta na assadeira, cubra com alumínio e leve ao forno 180º por 45 minutos.
- Passado este tempo, retire o alumínio e deixe no forno por mais 30 minutos para corar.


Não precisa colocar mais sal ok? A sopa creme de cebola e o parmesão deixam o franguinho com o ponto certinho de sal. E o molho que se forma é tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom para despejar em cima de um arroz fresquinho.


Ah sim, e se você não conhece o blog da Regiane clique aqui e conheça as diversas delícias que ela faz, tenho certeza que você vai adorar.

E olha só, como prometido eis os presentes que ganhei na promoção do blog Delírios Gourmet. Obrigada Grazy, eu amei!

Beijocas e ótima quarta.
Fla.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Bombons de uva

Eu tenho uma verdadeira loucura por bombons recheadinhos, mas gosto bem mais dos caseiros. Já falei uma vez que sou péssima para trabalhar com chocolate, por isso quase não me atrevo a fazer este tipo de doce em casa, mas neste caso o bombom é tão simples de fazer que até eu me arrisco.

Quase não compro frutas em casa (vergonha!), porque ninguém come elas estragam. E isso ia acontencer com algumas poucas uvas que restaram. Costumo utilizar para este bombom uva do tipo itália, porém como não as tinha usei aquelas pequenas e longas que não tem semente (não lembro qual o tipo dela).

E como não me vinha nada em mente do que fazer com elas e também tinha disponível 1/2 lata de leite condensado na geladeira e 1/2 pacote de coco ralado, eis que a salvação foi a mais gostosa possível e o resutado é este que vocês podem ver. Super recomendo, quer ver como é fácil?

Ingredientes: (rendimento aproximado 20 bombons pequenos)

- 20 uvas (daquelas sem caroço)

Para o beijinho:

- 1/2 lata de leite condensado
- 25 gr. de coco ralado sem açúcar
- 1 col. sobremesa de margarina

Para banhar o bombom:

- 1 xícara de chocolate fracionado derretido para banhar
- 1 col. café de margarina sem sal

Preparo:

- Em uma panela coloque o leite condensado, o coco e a margarina.
- Leve ao fogo médio mexendo sempre até dar um ponto de beijinho (quando solta bem do fundo da panela).
- Retire do fogo e deixe esfriar em um prato untado.
- Lave bem as uvas e seque uma a uma com um pano de prato limpo. Reserve.
- Passe um pouco de margarina nas mãos e pegue um pouco da massa de beijinho já fria, coloque a uva no centro e enrole até que cubra toda a uva.
- Conforme for enrolando deixe em um prato untado.
- Depois de todos enrolados, leve a geladeira por 20 minutos.
- Derreta o chocolate fracionado no microondas por 30 segundos (ou mais dependendo da potência do seu microondas). Coloque a colher de café de margarina e misture bem até que fique brilhante o chocolate.
- Banhe as bolinhas de beijinho recheada com as uvas no chocolate e deixe secar em cima de papel manteiga por 30 minutos.
Bommmm pra caramba! Dá para fazer com morango que também fica delicioso!

É isso gente, ótimo começo de semana pra vocês.
Beijos,
Fla.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Sanduíche natural de frango

Oi gente tudo bem com vocês? Espero que sim.

Bom, primeiro gostaria de agradecer a todos que votam em mim na promoção do blog Delírios Gourmet e anunciar que EU VENCI! U-hu! Obrigada mesmo viu gente. Ganhei um compacto de receitas com peixe e um boné lindinho com o logo do blog que chegou hoje. Superrrrrrrrrrrrrrrrrrrr obrigada Grazy, dona do blog e a todos que em mim votaram! Hoje vou tirar foto e depois mostro pra vocês.

Agora falando de comidinhas vocês já devem ter reparado que eu estou longe de ser uma pessoa light. As vezes me dá um surto de consciência da boa saúde e eu faço alguns pratinhos leves, mas no dia-a-dia mesmo é complicado.

Em um desses dias de promessas de dietas eu e meu marido resolvemos fazer um lanchinho bem leve e ficou divino, por isso eu gostaria de dividir com vocês.

Ingredientes:

- 4 folhas de pão para Wrap (usei o Rap10)
- algumas folhas de alface (utilizei da crespa) picadas
- 1 tomate fatiado
- 4 filés de frango
- 200 gr. de mussarela ralada
- 2 col. sopa de creme de ricota
- 2 col. sopa de requeijão
- 1 col. chá de páprica picante
- 1 col. chá de molho de pimenta
- 1 col. chá de molho de soja

Preparo:

- Misture em um potinho o creme de ricota, o requeijão, a páprica, o molho de pimenta e o molho de soja. Reserve.
- Tempere os filés de frango com limão, sal e pimenta. Grelhe em uma frigideira, depois de bem cozido retire da panela, fatie e reserve.
- Em cada fatia do pão de wrap passe um pouco da pastinha picante que estava reservada, coloque o frango, o tomate, o queijo e as folhas de alface.
- Dobre e sirva.

Nem preciso dizer que o acompanhamento foi coca zero né? Risos... eu amo coca cola!

Fácil fácil, ótima pedida para hoje a noite, o que acham?
Bom final de semana pra todos vocês.
Beijos,
Fla.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Meu segundo cupcake.

Eu nunca havia feito e nem experimentado cupcakes. Primeiro não tinha as forminhas de alumínio, então minha mãe me deu algumas, depois não achava as forminhas de papel, aí meu marido me levou até a Barra Doce em São Paulo, e por último eu não conseguia encontrar uma receita que me desse água na boca mas que fosse fácil para uma principiante.

Pois bem, encontrei uma receita e estava feliz e serelepe, fui para minha pequena cozinha a fim de vencer este obstáculo. No preparo dizia que eu tinha que preencher 3/4 das forminhas de papel para que meu cupcake ficasse perfeito. E o bichinho esparramou inteiro e foi um desastre. A massa era realmente muito boa e vou tentar de novo, mas fiquei meio traumatizada...risos.

Como boa menina que sou, não podia desistir assim da minha meta, e lá fui eu atrás de uma nova receita e conversa vai, conversa vem, descobri com algumas amigas que a medida ideal era 1/2 forminha de massa para não acontecer de esparramar. Há! Me pegaram da primeira vez mas na segunda eu não cometeria o mesmo erro.

Aí vi em algum blog, que eu não me lembro agora qual foi, alguém que utilizou a receita do bolo de iogurte da Tatiana do Panelaterapia para fazer cupcakes. Como eu já havia comprado umas 3 vezes o iogurte para fazer o bolo e sempre comia o bichinho antes...hehehe, resolvi testar a receitinha com alguns toques pessoais.


Vamos a receita então? A original do bolo você pode conferir neste link aqui.

Ingredientes:

Para o bolo:

- 1 copo de iogurte natural (200ml)
- 1 copo de óleo (200ml) (usei menos)
- 3 ovos inteiros (ou 4 se forem pequenos)
- 1 colher de café de essência de baunilha
- 2 copos (o mesmo do iogurte) de trigo
- 2 copos (o mesmo do iogurte) de açúcar
- 1 colher de sopa de fermento químico

- raspas de 1 limão siciliano
- gotas de chocolate ao leite


Para a cobertura:

- suco de 2 limões sicilianos
- raspas de 1 limão siciliano
- 1/2 lata de leite condensado

Enfeite:

- confeitos de estrelinhas

Preparo:

- Bata com a ajuda de um mixer ou liquidificador os ovos, o iogurte, o óleo e a essência de baunilha.
- Em uma vasilha misture a farinha, o açúcar, o fermento e as raspas de limão.
- Adicione o líquido aos secos e misture bem.
- Despeje o bolo nas forminhas de cupackes (somente metade da forminha) e em cima da massa coloque as gotas de chocolate.
- Leve ao forno médio pré-aquecido por mais ou menos 30 minutos.
- Depois do bolo assado, retire do forno e deixe esfriar.
- Para a cobertura misture o suco de limão, o leite condensado e as rapas.
- Cubra cada cupcake já frio, com uma colher de sopa da cobertura e enfeite com os confeitos coloridos.

Yessss! E assim saíram meus lindos cupcakes. Fiquei tão tão tão tãoooo orgulhosa de mim mesma. A massa rendeu 18 cupcakes deste tamanho aí e claro que eu distribuí para a família toda.


Espero que tenham gostado.
Beijos,
Fla.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Arroz à bolonhesa

Vamos combinar e que meu marido não me leia, mas o Edu Guedes é tudo de bom né? Risos... Eu adoro as receitas dele e acho o jeito meio desajeitado dele de preparar as receitas em um espaço tão curto de tempo.

Já fiz diversas receitas do moçoilo mas desde que minha irmã me falou a respeito deste arroz a bolonhesa eu fiquei muito muito intrigada para fazer e provar e não é que a receita é danada de boa? Feita, aprovada e com certeza será repetida inúmeras vezes.

Além de prática e super versátil, é um prato único, e só precisa de uma saladinha de tomate para que a refeição seja completa. Vale a pena provar.

Para ir ao link original da receita clique aqui. Mas vou colocar aqui embaixo com as minhas adaptações e com as quantidades que eu utilizei.

Ingredientes:

- Duas colheres (sopa) de azeite de oliva
- Uma cebola picada
- Dois dentes de alho picados
- 300 gr. de carne moída
- 1/2 xícara (chá) de azeitona preta picada
- Uma xícara de legumes (mandioquinha, cenoura e vagem) cortada em cubos
- Dois tomates sem pele e sem sementes picados
- Duas xícaras (chá) de molho de tomate
- 2 xícaras (chá) de arroz cozido
- Um tablete de caldo de carne
- 1/2 xícara (chá) de água fervente
- Uma xícara (chá) de queijo tipo mussarela ralado
- Meia xícara (chá) de queijo tipo parmesão ralado
- Sal a gosto
- Pimenta-do-reino a gosto

Preparo:

- Em uma panela aqueça 1 col. de azeite, frite o tempero que desejar, coloque o arroz e frite um pouco.
- Junte os legumes picados (mandioquinha, cenoura e vagem), mexa bem e adicione água até cobrir.
- Deixe no fogo baixo até a água secar e o arroz estiver cozido. Reserve.
- Em outra panela aqueça 1 col. de azeite e frite bem a carne moída. Quando estiver frita coloque cebola e o alho e deixe refogar.
- Adicione sal e pimenta a gosto, as azeitonas, os tomates, o molho de tomate e o caldo de carne dissolvido em água fervente. Deixe cozinhar o molho por uns 10 minutos.
- Unte um refratário com um pouco de azeite, coloque uma camada do arroz, cubra com todo o molho, coloque o restante do arroz e distribua a mussarela e o parmesão.
- Leve ao forno 180º pré-aquecido por 20 minutos.

Fácil né? E fica super gostoso gente, vale a pena fazer. Eu só vou mudar uma coisa da próxima vez, vou colocar um pouquinho do molho por cima da última camada de arroz para dar uma "molhadinha" antes de colocar os queijos.

Espero que gostem.
Beijos,
Fla

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Linguiças ao forno com vinho e mostarda

A ideia original era utilizar o grill para fazer as linguiças grelhadas, porém a preguiça de limpar o grill depois seria muito grande e aí resolvi tentar assá-las no forno porque eu já tinha visto em alguns blogs uma receita parecida.

Como eu também não estava a fim de ligar o computador para procurar uma receita, fui seguindo meus instintos e liberei a Dona Benta que existe em mim e adorei o resultado. Agora linguiça frita ou no grill nunca mais, ou então em dias de muita inspiração...rs.

Comecei a da seguinte forma: peguei 500 gr. de linguiça apimentada e coloquei uma assadeira com 1/3 xícara de vinho tinto seco, 1 ramo de alecrim, 1 cebola em pétalas e 6 dentes de alho com casca. Deixei marinando por 1 hora.

Depois adicionei as linguiças 3 tomates partido em 4 sem semente, coloquei uma colher de azeite, cobri tudo com papel alumínio e levei ao forno por 40 minutos em fogo baixo. Depois foi só retirar o alumínio e deixar por mais uns 20 minutos para corar.

Retirei a linguiça, as cebolas, os tomates e o alho e levei o caldo que se formou dentro da própria assadeira na boca do fogão para reduzir. Aí adicionei 1/4 xícara de água, 1 col sobremesa de margarina e 1 col. sopa de mostarda l'ancienne. Misturei bem, deixei reduzir e despejei o molho sobre as linguiças.

Servi bem quentinho, acompanhando um macarrão ao funghi e uma taça de vinho. Nham nham! Delícia! E fora que a receita é bico né, daquelas que eu gosto de fazer para evitar perder muito tempo na cozinha porque diante da correria do dia-a-dia eu não tenho tempo nem para respirar direito.

É isso gente.
Boa semana e beijos a todos,
Fla.